Paes quer união para evitar nova epidemia de Dengue

Ministro da Saúde parabenizou Rio por redução em 96% no número de casos

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Chioro e Paes orientaram pessoalmente os moradores no CatumbiEstefan Radovicz / Agência O Dia

Rio - O prefeito Eduardo Paes e o ministro da Saúde, Arthur Chioro, lançaram ontem pela manhã, no Catumbi, o Plano Municipal de Contingência contra a Dengue e a Febre Chikungunya, ambas transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

O Rio de Janeiro foi a cidade escolhida pelo Ministério da Saúde por ter sido o município campeão na redução de casos de dengue, com um incrível índice de 96,3%.

As medidas para combater os focos do mosquito são conhecidas e, basicamente, consistem em evitar o acúmulo de água limpa em garrafas, ralos, caixas d’água, calhas, pneus, etc.

“Não há outra forma de combater estas doenças sem o apoio da população. Não existe vacina, e em países como o Brasil não há como não ter mosquitos. Então, cada um tem que fazer a sua parte para a gente vencer esta luta”, disse o ministro Arthur Chioro.

O prefeito Eduardo Paes disse que não há o que comemorar e que é preciso uma atenção permanente de todos para evitar uma nova epidemia na cidade. E aproveitou a presença do ministro para fazer uma cobrança à presidenta Dilma, deputados federais e senadores: “É preciso acabar com outros impostos e voltar com a CPMF para a gente poder investir mais em saúde”, disse.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia