Mais Lidas

Prédio da milícia em Rio das Pedras vai ao chão nesta terça

Promessa é da prefeitura, após O DIA denunciar que construção foi erguida sem autorização

Por thiago.antunes

Rio - Erguido pela milícia de Rio das Pedras, em Jacarepaguá, sem autorização, um prédio de três andares será demolido nesta terça-feira, a partir das 9h, pela Secretaria de Ordem Pública (Seop). O imóvel, que fica na Via Light, na entrada da comunidade, não tem licença da Prefeitura do Rio. Servidores da Seop e policiais do 18º BPM (Jacarepaguá), numa viatura, vigiariam o edifício durante a madrugada de hoje para evitar invasão e ocupação por parte de moradores ou milicianos.

O prédio, de oito apartamentos e duas lojas comerciais, foi interditado no início da tarde de ontem pela Defesa Civil. Durante a ação, não houve nenhum ato de represália. Com obras aceleradas, em apenas dez dias o prédio ganhou quatro portões de aço e azulejos brancos na fachada. No varal, roupas que devem ser dos pedreiros. A construção foi erguida em menos de dois meses, e imóveis já estavam sendo vendidas. Um quarto pavimento ainda seria construído.

O prédio foi interditado no início da tarde desta segunda pela Defesa CivilFernando Souza / Agência O Dia

Moradores da região continuam alegando que a área pertence ao tenente reformado da PM Maurício Silva da Costa, o Maurição. Ele é investigado por homicídios e condenado por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Maurição é ‘xerife’ da milícia, e nenhuma obra é tocada na comunidade sem a assinatura do chefe. Um homem conhecido como Cabeludo seria responsável pela construção. 

Em nota, a Prefeitura afirmou que antes da interdição, por meio das secretarias de Urbanismo e Ordem Pública, realizou vistoria no local. A SMU entregou ao responsável edital de embargo, notificação de demolição e laudo de vistoria administrativa.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia