Mais Lidas

Comércio no Alemão fecha pelo terceiro dia seguido

Ordens teriam partido de comparsas do traficante 'Gordo'

Por nicolas.satriano

Rio - Pelo terceiro dia consecutivo, o comércio no Complexo do Alemão não funcionou plenamente por ordens de comparsas do traficante Anderson do Nascimento da Silva, o Gordo, morto em operação da Polícia Civil em Niterói. As comunidades onde o comércio foi mais afetado são as da Grota e da Nova Brasília. Gordo era o segundo homem na hierarquia do tráfico no Alemão, braço direito do chefão do pó Luciano Martiniano da Silva, o Pezão

Nesta segunda-feira de manhã algumas lojas chegaram a abrir, mas pouco depois das 10h, adolescentes voltaram a percorrer o comércio para avisar que o luto continuava

Imagens de Gordo ostentando armamento de guerra foram encontradas por agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) em um pen drive que estava com o traficante. Nas fotos, ele aparece com fuzis AR-15 com lunetas para tiro de precisão. Segundo as investigações, as fotos foram feitas na região de mata do Complexo do Caramujo, em Niterói.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia