Mais Lidas

Defensoria inicia indenização de vítimas de acidente com trem da SuperVia

Núcleo já abriu também procedimento investigatório para apurar o acidente envolvendo ônibus do BRT

Por thiago.antunes

Rio - A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, através do Núcleo de Defesa do Consumidor (Nudecon), iniciou na tarde desta terça-feira, o processo de pagamento de indenizações com cinco as vítimas da colisão de trens na estação Juscelino, em Mesquita, no dia 5 deste mês. O núcleo já abriu também procedimento investigatório para apurar o acidente envolvendo ônibus do BRT nesta manhã que deixou 150 pessoas feridas.

A assistente administrativo Claudirene de Oliveira de lima, 32 anos, foi uma das que ficou satisfeita com a mediação da Defensoria Pública. “Fiquei impressionada com todo o processo. Superou a minha expectativa, pois pensei que ia demorar”, disse a moradora de Nova Iguaçu que estava no trem que se chocou com o que estava parado na estação. Ela sofreu ferimento leve no ombro.

Mais de 300 pessoas ficaram feridas na colisão entre os trens na Estação Presidente Juscelino%3A elas prestaram queixa na delegacia de MesquitaMaíra Coelho / Agência O Dia

O analista de planejamento Thiago Mota também aceitou o acordo de indenização mediado pela Defensoria Pública. “O trabalho da Defensoria foi muito bom porque propôs uma solução rápida. Preferi por ser mais rápido. Ou eu teria que ir atrás de audiência", explicou Thiago.

A partir de amanhã, o Nudecon vai passar a atender inicialmente 15 assistidos por dia que tiverem ligado para o núcleo e agendado o atendimento. Para a coordenadora Patrícia Cardoso, as vítimas entenderam que a solução extrajudicial de conflitos é eficiente e, por isso, fechamos esse primeiro dia com sucesso. “Destaco os valores justos e o espírito conciliatório das vítimas”, frisa.

Todos que assinarem o acordo têm a previsão de até dez dias para o recebimento da indenização que vai ser depositada em conta corrente. Segundo a defensora pública Patrícia Cardoso, o objetivo é atender a todas as vítimas num prazo de um mês. Quanto à entrega dos 100 mil bilhetes gratuitos para os usuários do ramal Japeri, Patrícia esclareceu que ficou acordado que a Supervia tem 30 dias para traçar um plano para fazer a distribuição.

A colisão entre trens provocou caos na estação Presidente JuscelinoFoto de leitor via WhatsApp do Dia (98762-8248)

Reunião sobre acidente com BRT

Às 15h desta quarta-feira, será feita reunião entre a coordenadora do Nudecon, Patrícia Cardoso; o subcoordenador do núcleo, Eduardo Chow, e representantes do Consórcio BRT e da viação Jabour e Viação Pegaso. De acordo com o defensor público Eduardo Chow, o objetivo é trabalhar para garantir os interesses dos usuários dos transportes rodoviários do município.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia