Violência contra jornalistas matou três profissionais e fez 129 vítimas em 2014

Relatório divulgado pela Federação Nacional dos Jornalistas indica que duas das três mortes foram no Rio de Janeiro

Por nicolas.satriano

Rio - A Federação Nacional dos Jornalistas divulgou nesta quinta-feira relatório que contabiliza 129 profissionais de imprensa como vítimas de algum tipo de violência no Brasil, em 2014. Foram três assassinatos, um a mais que em 2013. Duas dessas mortes foram registradas no Rio: a do cinegrafista Santiago Andrade e de Pedro Palma, dono de um jornal de Miguel Pereira.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia