Hospital de Niterói fica às escuras e cirurgias são suspensas

Problema nos geradores do Orêncio de Freitas provocou a falta de luz no local; segundo leitora, pacientes da UTI ficaram sem respiradores

Por paloma.savedra

Rio - Às escuras, o Hospital Orêncio de Freitas, no Barreto, Niterói, teve de suspender as cirurgias que seriam realizadas nesta sexta-feira. Segundo a prefeitura de Niterói, que administra a unidade, houve falta de luz no local pela manhã, provocada por um problema nos geradores, que já foi reparado. 

A situação foi denunciada por uma leitora através do WhatsApp do DIA (98762-8248). Segundo ela - que não quis se identificar -, as cirurgias teriam sido interrompidas no meio do procedimento e os pacientes da UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) estariam sem os respiradores. Ela afirma que o procedimento foi realizado manualmente. 

Já a direção do hospital afirma que não houve intercorrência grave, já que a unidade realiza cirurgias eletivas, e os procedimentos não são de caráter emergencial. Ainda de acordo com a unidade, a equipe se organizou para assegurar o atendimento das internações no CTI até que o gerador fosse reparado.

No entanto, a assessoria do hospital não confirmou se as cirurgias foram interrompidas no meio do procedimento, nem as falhas na UTI.

Na noite desta quinta-feira, a Ampla, que fornece energia para Niterói e São Gonçalo, comunicou no seu Twitter o problema no fornecimento de energia nas duas regiões.

A empresa informou ainda que o fornecimento de energia do hospital foi normalizado às 12h40 desta sexta-feira. A distribuidora esclarece que a interrupção foi causada por uma manobra de emergência necessária para fazer uma manutenção preventiva na rede elétrica. 

Parceria com Ministério da Saúde beneficia hospital

Nesta quinta-feira, a prefeitura de Niterói informou que o Ministério da Saúde vai ampliar a parceria de serviços com o município. A medida vai possibilitar o investimento no funcionamento dos hospitais Orêncio de Freitas, a Policlínica do Largo da Batalha e a Unidade Mário Monteiro.

O prefeito Rodrigo Neves se reuniu nesta semana com o ministro Arthur Chioro, que, segundo a prefeitura, prometeu apoio à cidade para requalificar a rede de saúde.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia