Dois homens são baleados no Morro da Mangueira

PMs foram chamados para resgatar um dos feridos e, ao chegar ao Souza Aguiar, no Centro, encontraram outra vítima de bala

Por nicolas.satriano

Rio - Duas pessoas foram baleadas na madrugada de ontem durante intenso tiroteio entre facções rivais na guerra pelo controle do tráfico de drogas na Mangueira, na Zona Norte. Ontem pela manhã, o policiamento foi reforçado nas vias de acesso ao morro. A troca de tiros aconteceu na parte alta da favela, conhecida como Telégrafo, e durou menos de uma hora. 

Comércio funcionou normalmente na manhã de ontem. Tiroteio de madrugada durou quase uma horaBruno de Lima / Agência O Dia


Após o confronto, agentes da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Mangueira foram chamados para socorrer um homem ferido na Rua Jupará. Maicon Alves foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro, e já teve alta. Na emergência, os PMs encontraram um outro homem que também disse ter sido baleado na Mangueira. Luiz Carlos Nogueira deu entrada com um tiro no crânio, passou por cirurgia e não corre risco de morrer.

A ocorrência foi registrada na 17ª DP (São Cristovão). De acordo com a delegada de plantão, Luiz não tem passagem pela polícia e Maicon, um registro por crime ao patrimônio. A polícia não informou a idade deles. Na manhã de ontem, o comércio nos acessos à Mangueira funcionou normalmente.

Na favela Nova Brasília, no Complexo do Alemão, policiais da UPP da área trocaram tiros com traficantes na manhã de ontem após encontro ocasional com o bando no Beco da Padaria. A ocorrência foi registrada na 45ª DP (Alemão).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia