Cariocas pedem ajuda dos bruxos para resolver dramas financeiros

Evento esotérico reuniu mais de 20 mil pessoas na Zona Sul do Rio

Por daniela.lima

Visitantes também tiveram acesso a consultas com cartomantesDivulgação

Rio - Os cariocas estão mais preocupados com a crise econômica do que com o amor. Essa foi a conclusão dos expositores da quarta edição da Mystic Fair, que aconteceu neste fim de semana no Clube Monte Líbano e recebeu cerca de 20 mil pessoas em busca de novidades nas áreas esotérica, mística, ocultista e de medicina alternativa.

“A busca pela espiritualidade tem crescido. E é interessante que normalmente o tema mais procurado é amor, mas este ano as pessoas quiseram jogar para saber o que vai acontecer nos negócios, pedir receita de simpatia para abertura de caminhos na área financeira”, conta o organizador Claudiney Prieto.

A empresária Camila Cunha, 32 anos, visitou o evento no sábado e comprou pedras e cristais para ajudar a equilibrar as energias no trabalho. “Escolhi a granada, para me dar ânimo, e olho-de-tigre para afastar o mau olhado”, explica.

Vendedora em um estande de pedras, Matilde Harder, 57, acredita ser importante ter conhecimento do assunto para ajudar os clientes na hora da escolha. “Estudamos litoterapia, assim podemos dar orientações sobre os tipos de pedras e suas aplicações”, afirma.

Outro produto que fez sucesso foram os livros de colorir para adultos. “Tem tido uma procura muito grande, virou moda. Talvez porque ajude a desestressar”, diz Neide Signorini, 30, expositora de uma editora de livros sobre tarô, astrologia, runas e outros assuntos místicos.

Porém, para Alessandra Freitas, 42, vendedora em um estande de filtro de sonhos, as vendas não foram tão boas este ano. “Acho que as pessoas estão gastando menos, em função da crise. Mas a feira é positiva para divulgarmos nossa loja física”.

Além dos estandes, visitantes também tiveram acesso a consultas com cartomantes, tarólogos e mães de santo por valores entre R$ 45 e R$ 50. A limpeza xamânica podia ser feita por R$ 10.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia