Amigos prestam homenagens a bombeiro morto no Recreio

Nas redes sociais, familiares, amigos e bombeiros postam declarações sobre André Deco, além da imagem do suspeito

Por paloma.savedra

Rio - Bombeiro, surfista, 'forrozeiro' e — sem dúvidas —  figura querida, Andre Luiz Ferreira Pereira, morto a tiros na noite deste sábado, aos 41 anos, foi homenageado por amigos e parentes nas redes sociais. Muitos ainda compartilharam imagens do vizinho de Deco — como era conhecido —, apontado por testemunhas como o suspeito do crime. No entanto, a Divisão de Homicídios, que investiga o caso, não confirmou a identidade do homem. 

Bombeiro é morto a tiros na Zona Oeste

Nas homenagens dos amigos, a paixão pela vida e pela profissão ficam claras não só pelas declarações, mas pelo próprio perfil do militar no Facebook. Entre expressões de revolta pelo crime, muitos fizeram questão de relatar a falta que Deco fará em suas vidas. 

Em seu perfil no Facebook%2C André Deco mostrava sua paixão pelo surfe em diversas imagens Reprodução Facebook

"Foi pelo surf, pelas fotos com sua interação na natureza, pelos acampamentos, pelos reciclados e pelos momentos de reflexão em sua vida pessoal que cheguei a me encantar e me deliciar em suas postagens, e por isso sei que quem tinha um relacionamento fechado contigo vai sentir mesmo sua falta, pois as fotos também falam mesmo sem dizer uma palavra e tu era do bem. Que Deus conforte todos que sofrem neste momento e o surf perde mais um grande surfista. R.I.P Andre Deco! Aloha! (sic)", escreveu um dos inúmeros amigos. 

Alguns internautas da rede do bombeiro chegaram a colocar a foto de perfil de luto pela morte de Deco. Em outra postagem, um amigo lembrou que além do copor de Bombeiros, o surfe também sentirá a falta do militar: "LUTO - E o surf e o GMAR perde mais um para violência. Deus abençoe Andre Deco e conforte nossos corações". "Sem palavras", disse um outro. 

Segundo PM%2C bombeiro teria sido morto após discutir com vizinhoReprodução Internet

Deco era casado com uma estrangeira e o velório ainda não foi confirmado. A família aguarda a chegada da mulher que estava viajando quando ocorreu o crime. 

Procurada, a Polícia Civil disse que as investigações prosseguem para apurar as circunstâncias da morte de Andre. Testemunhas prestaram depoimento e agentes estão em busca de mais informações que ajudam a descobrir a autoria do crime.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia