Mulher morre após ser atropelada dentro de condomínio na Barra da Tijuca

De acordo com os bombeiros, Maria das Graças Oliveira, de 53 anos, morreu no local

Por paulo.gomes

Rio -Um atropelamento na manhã de ontem, no Condomínio Pedra de Itaúna, na Barra da Tijuca, chocou moradores da região. Maria das Graças A. de Oliveira, de 53 anos, foi atingida por um motorista que dirigia em alta velocidade na Rua Lagoas Garças, dentro do condomínio e morreu no local, antes mesmo da chegada do Corpo de Bombeiros do quartel da Barra da Tijuca.

De acordo com testemunhas, o motorista fazia uma ultrassagem imprudente no momento em que atingiu Maria das Graças Oliveira. Segundo moradores, que ficaram indignados, a vítima trabalhava numa residência do Edifício Verdes Mares.

“Uma vergonha. Moradores e funcionários não têm mais segurança nem dentro de condomínios fechados. Andam aqui dentro em alta velocidade, atropelam, matam e fica tudo por isso mesmo”, disse um funcionário do condomínio.

O condutor do veículo não foi identificado pelos moradores, nem por seguranças e funcionários do Pedra de Itaúna. O caso foi registrado na 16ª Delegacia de Polícia (Barra). 

Vídeos

Os policiais vão solicitar ao condomínio as imagens registradas pelas câmeras de segurança para tentar identificar o carro e o motorista que o dirigia na hora do atropelamento que matou Maria das Graças.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia