Ato pede defesa da democracia e pluralidade na Uerj

Dia de atividades terá início após assembleia de docentes para, mais uma vez, debater a possibilidade de indicativo de greve

Por nicolas.satriano

Rio - Programado para durar sete horas, ato organizado por docentes da Universidade do Estado do Rio (Uerj) sai em defesa da pluralidade e democracia na instituição de ensino. As atividades serão realizadas nesta quarta-feira, a partir das 14h. Antes, porém, haverá uma assembleia onde será novamente posto em pauta o indicativo de greve da categoria. 

Segundo informações da Associação de Docentes da Uerj, foram convidados e estarão presentes no evento agentes políticos envolvidos com a defesa da liberdade de expressão e com as lutas dos trabalhadores por melhores condições de vida.

Entres os confirmados no encontro estão os advogados Nilo Batista e Nadine Borges, membros da Comissão Estadual da Verdade, além do magistrado Marcelo Chalréo, da Comissão de Direitos Humanos da OAB do Rio. Também estará presente João Costa, do Grupo Tortura Nunca Mais. As atividades ocorrerão no auditório 11 do Pavilhão João Lyra Filho (campus Maracanã) da Uerj.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia