Bonde nem é notado em Santa Teresa

Apenas um veículo circulou no bairro

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - No segundo dia de testes do novo bonde de Santa Teresa, ele quase não foi visto pelo bairro. Uma única composição transitou sem passageiros da estação Carioca à Rua Joaquim Murtinho, num trecho de 900 metros.

Moradores e comerciantes do local disseram ontem nem ter notado se o veículo passou por lá. Ao todo quatro veículos devem participar dos testes, iniciados ontem, com a presença do secretário estadual de Transportes, Carlos Osorio. A meta é que o bonde chegue até a estação do Curvelo em breve, mas para isso, a obra de rejunte dos paralelepípedos — que dá condições para trânsito do bonde — precisa ser concluída até o local. Nesta quarta-feira , à tarde, operários trabalhavam na retirada dos pedaços de paralelepípedo nos 300 metros finais. De acordo com a Secretaria Estadual de Transportes, a colocação dos trilhos já foi concluída no Largo dos Guimarães e a obra segue em fase de concretagem no trecho da Rua Almirante Alexandrino, entre o Bar do Arnaldo e o Largo dos Guimarães. 

O secretário disse no mês passado que até hoje, a instalação de trilhos chegaria ao Largo dos Guimarães, no centro de Santa Teresa. Entretanto, sua secretaria informou que o prazo para a conclusão seria, na verdade, até meados deste mês.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia