Guardas resgatam jiboia de mais de 2m em área residencial no Itanhangá

Após a captura e avaliação dos agentes, a cobra foi levada para o Bosque da Barra, onde foi realizada a soltura

Por thiago.antunes

Rio - Guardas da Patrulha Ambiental – parceria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Guarda Municipal resgataram uma jiboia de mais de dois metros de comprimento, nesta quinta-feira, em uma área residencial do Itanhangá, Zona Oeste do Rio. A cobra estava no alto de uma árvore, próxima a rua, na altura do nº 2.679 da Estrada de Jacarepaguá.

Embora a espécie não seja peçonheta, a permanência da cobra no local poderia assustar moradores e também ser perigoso para o animal, pelo risco de atropelamento. Os agentes precisaram utilizar uma escada para resgatar a jiboia do alto da árvore. Após a captura e avaliação dos agentes, a cobra foi levada para o Bosque da Barra, onde foi realizada a soltura.

Jiboia de 2 metros foi apreendida por agentes na Zona OesteDivulgação

Também nesta quinta-feira, os guardas da Patrulha resgataram um cágado de água doce, próximo a estação do BRT Pingo D´agua, e uma coruja que estava com ferimento na asa provocado por linha de pipa, com apoio do Corpo de Bombeiros. Os dois animais foram resgatados em Guaratiba. O cágado foi solto em seu habitat. Já a coruja, por conta do ferimento, foi encaminhada para o Centro de Recuperação de Animais Silvestres (CRAS), da Universidade Estácio de Sá.

A Guarda Municipal alerta à população a acionar os agentes da Patrulha Ambiental ao flagrar animais silvestres em área urbana ou em qualquer situação d risco fora do seu habitat, para um resgate seguro. O manuseio não é aconselhável e muito menos tentar afugentá-los, pois pode agravar qualquer lesão que os animais apresentarem. Os agentes podem ser acionados por meio do telefone 1746, da Prefeitura do Rio, que funciona 24h.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia