Pesquisa põe Crivella na frente na briga pela prefeitura

O senador Romário é o segundo entre oito possíveis candidatos. Preferido de Eduardo Paes, Pedro Paulo aparece em quinto lugar

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - O senador Marcelo Crivella (PRB) lidera pesquisa de intenções de voto para a prefeitura do Rio em 2016, segundo pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas. Ele aparece com 32,2%, seguido pelo senador Romário (PSB), com 27,6%. A margem de erro é de 3,5%, o que os coloca em empate técnico no limite da margem de erro. Nesse caso, são oito possíveis concorrentes (veja quadro abaixo).

Atrás de Crivella e Romário está o deputado estadual Marcelo Freixo (Psol), com 13,2%. Em seguida vem a federal Clarissa Garotinho, com 6,5%. O preferido do prefeito Eduardo Paes (PMDB), o secretário executivo de coordenação do governo do Rio, Pedro Paulo (PMDB), tem só 3%.

Pesquisa mostra empate técnicoArte O Dia

O levantamento também simulou uma eleição sem o nome de Clarissa Garotinho. Crivella segue à frente (35,3%), Romário em seguida (29,5%), com Freixo em terceiro (13,5%). Pedro Paulo mantém os 3%.
Sem o senador Romário, Crivella dispara: 45,3%. Freixo aparece em segundo, com 18,2%. Mesmo sem o Baixinho, que já admitiu a possibilidade de apoiar o PMDB, Pedro Paulo sobe pouco e fica com 5,6%, atrás de Índio da Costa (5,9%).

A pesquisa detectou o desgaste da presidenta Dilma no Rio: 66,3% disseram que negariam o voto em um candidato apoiado por ela. O ex-presidente Lula também parece estar com o moral baixo: 49,2% rejeitariam um nome apoiado por ele. O Instituto ouviu 908 eleitores de 8 a 12 de julho, e o grau de confiança da pesquisa é de 95%.

ROMÁRIO PRESIDE CPI

Nesta terça, no Senado, foi instalada a CPI da CBF, que investigará denúncias de corrupção na entidade, e Romário indicado para ser seu presidente. O relator será Romero Jucá (PMDB-RR).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia