Passam de 120 as apreensões de adolescentes na região da Tijuca

Para comandante do 6º BPM, esforço é redobrado pois muitos desses jovens são encontrados em situação de risco social

Por nicolas.satriano

Rio - Só no primeiro semestre de 2015, 125 adolescentes foram apreendidos por prática infracional na região do 6°BPM (Tijuca), responsável pelo patrulhamento em cinco bairros: Alto da Boa Vista, Tijuca, Andaraí, Grajaú e Vila Isabel. O número de apreensões corresponde à média de 21 adolescentes apreendidos por mês, como informou o comandante à frente do batalhão, tenente-coronel Marcelo Rocha. 

O esforço da Polícia Militar, porém, é redobrado. Isso porque, de acordo com o comandante, o trabalho de abordagem realizado junto aos adolescentes não se restringe à apreensão.

"Muitos desses jovens são encontrados sem os responsáveis, distantes de suas residências, sem dinheiro e, quase sempre, em horário escolar. Estão claramente em situação de risco social. Neste caso, os encaminhamos ao Conselho Tutelar. Nos meses de maio e junho, por exemplo, fizemos mais de 100 acolhimentos desses menores", ressaltou o tenente-coronel. 

Faca foi encontrada com adolescente que teria tentado assaltar um pedestreDivulgação

Nesta quinta-feira à tarde, mais duas ocorrências envolvendo adolescentes entram para os casos de apreensão. Uma na Rua Almirante Cocharane, altura do número 178, e outra na Rua Majora Ávila, em frente ao número 456. No primeiro caso, os policiais conseguiram evitar que uma pessoa fosse assaltada por um jovem armado com uma faca.

No outro, aproximadamente 40 minutos depois, quatro adolescentes foram apreendidos próximo ao Shopping Tijuca. Segundo testemunhas, um deles estaria com uma faca. Ao serem abordados e revistados, porém, a faca não foi achada pelos PMs. Os adolescentes foram, então, conduzidos ao Conselho Tutelar de Vila Isabel.




Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia