Polícia fecha casa de prostituição que funcionava num sítio

Prostíbulo funcionava no município de Quatis e quatro pessoas foram presas e três jovens de 16 anos apreendidas no local

Por paulo.gomes

Rio - Uma casa de prostituição foi estourada na última quarta-feira por policiais civis da 100ªDP (Porto Real). A operação, que aconteceu com apoio da Polícia Militar, aconteceu no distrito de Falcão, no município de Quatis, na Região do Vale da Paraíba. No local, conhecido como "Sítio da Felicidade", que funcionava num sítio, os agentes prenderam quatro homens e apreenderam três adolescentes de 16 anos. Além disso, foram apreendidos preservativos, agenda com nomes de supostas garotas de programa, notebook, telefones celulares e um revólver calibre 38.

De acordo com informações da polícia, as menores seriam garotas de programa e que os homens encontrados no local, moradores da cidade do Rio de Janeiro, seriam uma espécie de agenciadores. Eles foram autuados por posse ilegal de arma de fogo, favorecimento à prostituição e exploração sexual de vulnerável.

A casa pertence a um morador de Volta Redonda. Em depoimento, ele afirmou desconhecer que o local funcionava como um prostíbulo. No entanto, foi instaurado um inquérito para apurar se o proprietário realmente não tinha participação na casa de prostituição.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia