Estado teve 1.500 tiroteios em 2015

Número foi registrado em situações diversas este ano. Nesta quinta-feira, dois confrontos assustaram

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - Os constantes casos de vítimas de balas perdidas podem estar diretamente relacionados ao número de confrontos diários pelas ruas do Rio. Até junho deste ano, segundo dados de fontes Polícia Militar, foram registrados cerca de 1.500 tiroteios em todo o estado, incluindo fatos em vias públicas, comunidades pacificadas e outras ainda não ocupadas pelas Forças de Segurança. Ontem, mais dois episódios provocaram pânico na Zona Norte e deixaram inocentes baleados.

Homem foi baleado durante confronto no acesso ao Morro do EngenhoDivulgação

Em Vicente de Carvalho, uma perseguição a criminosos terminou com dois feridos. O motorista de um ônibus que passava no local e um policial militar foram baleados após intenso tiroteio próximo a um supermercado na Av. Vicente de Carvalho.

Segundo informações da Polícia Militar, homens do 41º BPM (Irajá) foram checar uma denúncia de que criminosos estavam circulando num carro pela região. Na chegada dos PMs, houve o confronto, já que os suspeitos estariam armados com fuzis e pistolas.

Carlos Andrade Lima, que dirigia um ônibus da Viação 1001, foi atingido de raspão no rosto. Já o sargento Da Silva, que passava pela rua na hora do fato, mas não participava do confronto, também acabou ferido. Os bandidos conseguiram fugir.

O motorista foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Irajá e o policial militar, levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha. O caso foi registrado na 27ª DP (Vicente de Carvalho).

Já no Engenho da Rainha, um suspeito acabou baleado e preso após troca de tiros com policiais civis. Segundo agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC), dois criminosos deixavam o Morro do Engenho num caminhão de carga, quando foram surpreendidos pelos policiais, que faziam ronda na região. Houve perseguição e, na altura da Linha Amarela, os bandidos perderam o controle do veículo, depois que os pneus foram atingidos por tiros.

Ferido na perna, um suspeito foi levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, onde ficou preso sob custódia. Com ele, os policiais apreenderam uma pistola, um revólver, dois rádios transmissores e um celular. Um outro criminoso teria conseguido escapar.

Os policiais acreditam que a dupla deixava a comunidade planejando roubar alguma carga, possivelmente de cigarro. Os agentes constataram que no interior do caminhão havia vestígio de fumo. O veículo e o material apreendido foram levados para a sede da especializada, onde seriam encaminhados para perícia.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia