Detran abre processos para suspender quase oito mil pegos na Lei Seca

Há também lista de 482 pessoas que enfrentarão processo de cassação da Carteira Nacional de Habilitação

Por gabriela.mattos

Rio - O Diário Oficial publicará nesta sexta-feira a relação de 7.997 CPFs de motoristas que vão responder a processo de suspensão da Carteira Nacional de Habilitação após serem flagrados em ações da Operação Lei Seca. Além disso, na mesma edição, o Detran divulgará ainda uma relação de 482 CPFs de pessoas que enfrentarão processo de cassação da CNH.

Aqueles motoristas que tiverem a carteira suspensa vão ficar sem dirigir pelo prazo determinado pela comissão julgadora, de um a 12 meses. Eles ainda terão que fazer um curso de reciclagem para condutores infratores e uma nova prova teórica. Já os que tiverem a CNH cassada, ficarão sem a carteira e isso os impede de dirigir por dois anos. Caso queiram voltar a dirigir após esse prazo, os motoristas devem fazer todo o processo da primeira habilitação: exames médicos, psicológicos, aulas, provas teórica e prática.

Os processos são relativos às Operações Lei Seca dos últimos 12 meses. Desde o início da lei que reprime a mistura de álcool e direção, em 2009, foram instaurados 183.667 processos de suspensão e 53.946 foram apreendidas. Segundo o Detran, os dados de cassação deste período ainda estão sendo levantados.

O Detran informou que os motoristas relacionados no Diário Oficial têm direito a ampla defesa e podem recorrer na primeira instância, nas Juntas Administrativas de Recursos de Infração (JARIs) e em 2ª instância, no Conselho Estadual de Trânsito (CETRAN). A suspensão ou cassação do direito de dirigir passará a ser efetiva quando todos os prazos de recursos estiverem acabado.

VEJA LISTA DE CNH's SUSPENSAS

VEJA LISTA DE CNH's CASSADAS

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia