Fazenda terá programa para incentivar consumidor a pedir nota fiscal eletrônica

Ao contrário do programa adotado pelo governo paulista, que inclui devolução de parte do ICMS ao consumidor, o do Estado do Rio deverá se limitar ao sorteio de prêmios

Por bferreira

Rio - A Secretaria Estadual de Fazenda vai lançar, no primeiro semestre do ano que vem, um novo programa para incentivar consumidores a pedir a nota fiscal eletrônica. A iniciativa prevê que cidadãos tenham direito a acumular pontos, como as milhas creditadas por companhias aéreas.

Ao contrário do programa adotado pelo governo paulista, que inclui devolução de parte do ICMS ao consumidor, o do Estado do Rio deverá se limitar ao sorteio de prêmios. A Nota Carioca, da prefeitura, dá descontos no IPTU.

Cobrança

Julio Bueno, secretário de Fazenda, quer cobrar na Justiça cerca de R$ 7 bilhões de impostos atrasados. As 200 empresas que acumulam débitos de R$ 700 milhões estão sendo procuradas para fazer pagamentos. A Petrobras quitou R$ 54 milhões.

Batalha dura

Pezão não se limita a fazer lobby pela CPMF. Ele tenta garantir que a eventual distribuição de parte do tributo para os estados leve em conta a população e não apenas o Fundo de Participação dos Estados. O FPE privilegia, na distribuição, os estados mais pobre<MC1>s. A parada é dura: deputados do Norte, Centro Oeste e Nordeste ocupam 51% da Câmara.

Igualdade

A Assembleia Legislativa aprovou projeto de Zaqueu Teixeira (PT) que obriga empresas de TV por assinatura e de telefonia a oferecer aos antigos clientes as mesmas promoções destinadas aos novos. O texto vai agora para Pezão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia