Dia Nacional da Favela inclui basquete de rua e batalha do passinho

Data será comemorada nesta quarta-feira em evento da Cufa

Por nicolas.satriano

Rio - Valorizar o orgulho de ser favelado para superar o preconceito e lutar contra a desigualdade. Com esta ideia na cabeça e a tecnologia social que acumulou nos seus quase 20 anos de vida, a Central Única das Favelas (Cufa) comemora nesta quarta-feira, em todo o Brasil, o Dia Nacional da Favela — cuja primeira celebração aconteceu em 2002.

Serão centenas de atividades por todo país, com destaque para a programação sob o Viaduto de Madureira, sede da entidade que receberá eventos de hip hop, dança e basquete de rua a partir das 10h desta quarta-feira.

“Mas ninguém precisa fazer nada. Basta uma redação na escola sobre o Dia da Favela, dar uma rosa para sua mãe, postar uma homenagem à sua favela nas redes sociais”, prega Celso Athayde, ele próprio um favelado de corpo e alma, como costuma se apresentar.

"Enquanto não acabamos com a pobreza na favela, precisamos de ações que equilibrem as relações de oportunidades entre quem mora no asfalto e no morro. Hoje elas são muito desiguais”.

Celso aposta que a criação de uma agenda positiva nas comunidades contribui para ressignificar os territórios que sofrem com a discriminação, apesar de serem locais de pessoas honestas.

“O Brasil se desenvolve através do trabalho dos moradores da favela. Nada mais natural do que comemorar a existência delas.A favela é um monumento de superação.”

Celso pediu — e conseguiu — uma série de depoimentos de personalidades sobre a data. O humorista Helio de La Peña, agora na novela ‘Totalmente Demais’, que substitui I Love Paraisopolis, é um dos que se engajaram na campanha.

Esporte e dança

Horário: 10h às 21h, no Rio.
Local: Espaço Cufa, Viaduto de Madureira.
Ações: Basquete de Rua, Futebol, Break, Exposição de fotos, Música, Batalha do passinho, Dança Afro, DJ’S.

Debate e cinema

Horário: 17h às 21h, no Rio.
Local: Nave do Conhecimento de Vila Aliança, Rua Antenor Correia, 1.
Ações: Papo de Favelado e filme sobre Favela.

Circo Crescer e Viver

Horário: 10h, no Rio.
Local: Pr. Onze, Centro do Rio
Ações: Edição especial do Circo Crescer e Viver.

Campinho Show

Horário: 19h, no Rio.
Local: Vila Olímpica do Vidigal – Av. Presidente João Goulart, s/nº, Vidigal.
Ações: Campinho Show com Guti Fraga (Nós do Morro).

Arte para crianças

Horário: 7h, em Duque de Caxias.
Local: Favela 4 Rodas em Jardim Gramacho, antigo lixão, Duque de Caxias.
Ações: Aula de artes com crianças moradoras do antigo Lixão de Gramacho.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia