Mais Lidas

MP denuncia policiais envolvidos em mortes de jovens em Costa Barros

PMs vão responder por homicídios qualificados, tentativa de homicídio e fraude processual

Por gabriela.mattos

Rio - O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou os quatro policiais militares envolvidos nas mortes de cinco jovens no Morro da Lagartixa, no Complexo do Chapadão, no último dia 28. Os PMs Antônio Carlos Gonçalves Filho, Fabio Pizza Oliveira da Silva, Thiago Resende Viana Barbosa e Marcio Darcy Alves dos Santos terão que responder por cinco homicídios qualificados, duas tentativas de homicídios qualificados, fraude processual por ter modificado a cena do crime e posse de arma com numeração adulterada.

LEIA MAIS: PMs são presos após assassinato de cinco jovens no Complexo da Pedreira

Jovens foram fuzilados dentro de carro, no dia 28 de novembroMarina Brandão / Agência O DIA

Segundo a denúncia, os crimes foram cometidos por motivo torpe, pois os policiais acreditavam que as vítimas teriam envolvimento com o tráfico. Na ocasião, os agentes fizeram dezenas de disparos, portando armas de grosso calibre, contra jovens desarmados dentro de um carro.

Já as duas tentativas de homicídio contra Wilkerson Luis de Oliveira Esteves e Lourival da Silva Fernandes, de acordo com o MP, só não se consumaram pois Wilkerson dirigia uma motocicleta e conseguiu se distanciar dos atiradores.

De acordo com o promotor Fabio Vieira dos Santos, os policiais militares inovaram artificiosamente a cena do crime de modo a induzir perito e juiz a erro. Para ele, a mudança do estado da cena iria corroborar com o falso depoimento prestado em sede policial, quando afirmaram que as vítimas portavam armas e dispararam contra os agentes da lei. Os acusados ainda usaram luvas e alteram o local inserindo um simulacro de arma de fogo próximo à roda direita do Palio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia