Por tamyres.matos

Rio - Uma fila gigantesca de dar voltas pela Praça dos Arcos, na Lapa, marcou a primeira edição do festival gastronômico Mercado, sucesso em São Paulo que chegou ao Rio pela primeira vez ontem, no Circo Voador. Tamanha procura se deve a uma combinação perfeita: entrada gratuita, atrações musicais e pratos de renomados chefs por até R$ 15. Não deu outra: “Explodiu de tanta gente”, assume Thiago Flores, um dos organizadores do Mercado. “Foi uma surpresa para todos. Esperávamos um público grande, sim, mas não essa loucura que foi”.

Fila para entrar no Circo Voador passou pela Avenida Mem de Sá e foi parar na Fundição ProgressoCarlos Moraes / Agência O Dia

Mesmo antes de as portas se abrirem, ao meio-dia, muitas pessoas já se concentravam na frente da lona da Lapa. Não demorou para uma imensa fila se formar, indo parar na Fundição Progresso, espaço cultural que fica na rua ao lado. Houve quem desistisse de enfrentar a saga para entrar, mas quem se aventurou atesta que a longa espera não chegou a azedar a receita da festa.

“Já estou há mais de uma hora na fila, mas vai valer a pena. Já vim em eventos aqui mesmo, com entrada grátis, várias atrações simultâneas e barraquinhas, só que não ficavam apenas dentro do Circo, mas estavam montadas também do lado de fora. Acredito que eles vão pensar nisso em uma próxima edição”, dá a dica André Teixeira, 21 anos, estudante de Ciências Políticas.

De fato, uma segunda edição do Mercado no Rio já está nos planos. “Foi realmente difícil dar vazão e atender tanta gente, mas fizemos o nosso melhor. Agradeço muito ao público, que foi superpaciente. No segundo semestre faremos novamente o evento e a ideia é conseguir que ele seja trimestral”, anuncia Flores. “O carioca estava muito carente de uma celebração gastronômica como essa”, opina Thiago Flores.

Na estreia do festival Mercado, 15 nomes aclamados da gastronomia carioca serviram suas receitas ao público.

Você pode gostar