Por thiago.antunes
Publicado 20/05/2013 21:53 | Atualizado 20/05/2013 22:02

Rio - Foi enterrada, por volta das 17h desta segunda-feira no Cemitério de Piabetá, Andréia Lúcia Pereira da Silva, 37 anos anos, a nona vítima do acidente de ônibus da linha 328 (Bananal-Castelo) que despencou do Viaduto Brigadeiro Trompowski, na pista lateral da Avenida Brasil, altura da Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, no dia 2 de abril.

“Foi um erro tirá-la do CTI e transferi-la para o quarto. Ela começou a passar mal e demorou a ser socorrida. Vamos processar o hospital e a empresa de ônibus que nunca nos procurou para oferecer ajuda", disse a irmã da vítima, Cintia Pereira da Silva, 22 anos

Andréia Lúcia Pereira da Silva estava internada em hospital de Duque de Caxias e teve uma parada cardiorespiratóriaJoão Laet / Agência O Dia

Andréia estava internada no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, Duque de Caxias, na Baixada Fluminense e foi vítima de uma parada cardiorespiratória, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.

Segundo a polícia, uma briga entre o estudante de engenharia Rodrigo dos Santos Freire, 25 anos, e o motorista André Luiz da Silva Oliveira, 33, provocou a tragédia. Além dos mortos, o acidente deixou 12 feridos. Os dois foram indiciados pelo crime de homicídio doloso, quando há intenção de matar.

Você pode gostar