Por tamyres.matos

Rio - A parceria inédita entre moradores do Morro dos Prazeres — coletivo Galera.com à frente — e a petroleira Total vai mudar a cara da comunidade. Depois de seis meses de discussões em busca de consenso, ficou pronto o projeto de reforma do antigo lixão da comunidade, que ganha, até o fim do ano, um jardim feito pelo francês Stanislas Allaguilaume. O paisagista trabalha para o Jardin du Rayol, um dos mais conceituados da França.

O encontro entre as partes foi promovido pelo DIA, em fevereiro, quando diretores do órgão vieram ao Rio para um seminário sobre jardinagem, realizado no Jardim Botânico. Levados ao morro pelo projeto ‘Rio, Cidade sem Fronteiras’, se encantaram com a oportunidade e decidiram deixar um legado.

Área era utilizada como lixão pelos moradores da parte alta da comunidade até a chegada da UPPDivulgação

“Queremos criar um modelo de integração entre iniciativa privada, moradores organizados e poder público”, conta Charles Siqueira, que recepcionou os franceses no primeiro encontro, e fez a interface com Allaguillaume até que o projeto ficasse pronto. “Nossa ideia é educar pela beleza e cuidado.”

OBRAS JÁ COMEÇARAM E INAUGURAÇÃO ESTÁ PREVISTA PARA NOVEMBRO

Além do jardim, haverá pista para bikes, brinquedos e parede de escalada. Acima, um núcleo de compostagem receberá material orgânico, incentivando a separação do lixo. Secretaria do Ambiente, UPP Social, Comlurb e Reciclação são parceiros.

“O campo já está sendo preparado e as obras começam mês que vem. Em novembro inauguramos”, diz Charles, que acredita no aumento do fluxo de turistas. “Estamos preparando também o ‘Caminho do Grafiti’, na porta de entrada na comunidade”.

SALGUEIRO ‘CABEÇA’

Palco do sexto debate de série ‘Rio, Cidade sem Fronteiras’, o Salgueiro receberá na quinta-feira a exposição ‘O Império e a República’, do Museu Histórico Nacional. Serão apresentadas réplicas do acervo e painéis com os temas ‘A Coroa e a Escravidão’, ‘A Crise do Escravismo’ e ‘A República dos Alfabetizados’.

QUE VENGAM...

De olho no turismo nas favelas, que cresce à medida em que se aproximam eventos como a Copa e a Olimpíada, moradores do Borel correm para se capacitar e aproveitar a onda. Há pouco mais de um mês, o Sebrae chancela cursos de costura e artesanato para credenciar a comunidade a receber visitantes.

...LOS GRINGOS!

Há 12 anos trabalhando em comunidades, Francisca Ferreira organizou ontem desfile feito com retalhos de jeans. As peças apresentadas já estão expostas, e à venda, na sede da ONG Jocum, no Terreirão. “Temos ainda porta-celulares, necessaires, jogos americanos e bonecas. Tudo de retalho”, conta.

UPP E AS CRIANÇAS

Pesquisa do Cecip com o Ifics, sobre como crianças de três favelas do Rio enxergam o futuro, mostra que a pacificação rende frutos na nova geração. Ouvidos cem pequenos de 4 a 12 anos, chegou-se à conclusão que elas têm expectativas de melhorias como a chegada de cursos, escolas e, principalmente, paz e segurança.

UPP E AS CRIANÇAS 2

Os números, de 2012, estão na pesquisa ‘Vamos Ouvir as Crianças’, da ONG que teve entre seus fundadores Roberto Freire e Ana Maria Machado. Os números serão apresentados em seminário nos dias 20 e 21 de setembro, no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ, no Largo de São Francisco.

AGENDA

PRAZERES
Autora da trilogia CrossFirre, a americana Sylvia Day fala sobre o gênero literário erótico na Flup Pensa, amanhã, às 17h, no Casarão dos Prazeres.

TEATRO
A comédia musical ‘Favela’ está em cartaz de hoje ao dia 29 no João Caetano. O texto fala sobre o dia a dia dos moradores e passa longe do estereótipo de miséria e violência.

ECOLOGIA
Hoje, na Estação Baiana do Teleférico, oficina de Educação Ambiental e reaproveitamento de Pets.

OFICINA DE ARTE
O grupo Os Ciclomáticos Companhia de Teatro abriu inscrições para oficinas da arte no Teatro Ziembinski, próximo à estação São Francisco Xavier.

Você pode gostar