Obras do lado Sul da Estação Livre em Nova Friburgo estão em fase final

Segundo a prefeitura, objetivo é concluir as intervenções e liberar o uso do local ainda esta semana

Por Paula Valviesse

Estação Livre, em Nova Friburgo, é um dos principais pontos de embarque e desembarque de passageiros no Centro
Estação Livre, em Nova Friburgo, é um dos principais pontos de embarque e desembarque de passageiros no Centro -
A Prefeitura de Nova Friburgo deve finalizar esta semana a obra de cobertura do lado Sul da área de embarque e desembarque de passageiros nos ônibus municipais da Estação Livre, na Praça Getúlio Vargas, no Centro. Nesta quinta-feira (18/06), alguns tapumes foram retirados e operários trabalhavam na finalização da pavimentação e na limpeza do local, que já recebeu boa parte do piso tátil de alerta e pintura. Instalações ainda serão fiscalizadas.

Além da cobertura, as laterais Norte e Sul da Estação Livre também foram remodeladas para facilitar a manobra dos ônibus e permitir que até três coletivos estacionem simultaneamente no local, sem prejudicar o fluxo de veículos. As intervenções do lado Norte foram concluídas em fevereiro.

A intervenção faz parte de um pacote de obras anunciado pelo Executivo no ano passado. As obras foram iniciadas em julho de 2019, com previsão de serem concluídas em cinco meses, mas chegaram a ser paralisadas várias vezes. Inclusive uma ação da Superintendência Estadual do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), interrompeu as intervenções por quase um mês para que fosse realizada uma análise técnica do projeto, uma vez que a Praça Getúlio Vargas e suas estruturas são tombadas como patrimônio.

As obras foram inicialmente avaliadas em R$ 1.032.184,16. A contratação da empresa foi feita através de licitação, mas em maio a prefeitura publicou no Diário Oficial um termo aditivo, acrescentando mais R$ 242 mil para que o projeto fosse concluído. Na época, o secretário justificou em entrevistas que o valor complementar foi devido ao aumento do tamanho da cobertura.

Comentários