Sancionada lei que cria guarda municipal em Nova Iguaçu

A próxima etapa é a escolha da banca preparatória e a publicação do edital para o concurso público para seleção dos guardas; meta é realizar o exame ainda este ano

Por O Dia

A prefeitura espera realizar o concurso público para selecionar integrantes da guarda municipal ainda este ano
A prefeitura espera realizar o concurso público para selecionar integrantes da guarda municipal ainda este ano -
A Guarda Municipal de Nova Iguaçu já é realidade. O prefeito Rogerio Lisboa sancionou nesta terça-feira, dia 3, a lei que oficializa a criação da corporação. O ato foi publicado no Diário Oficial. O projeto havia sido encaminhado à Câmara de Vereadores na semana passada e foi aprovado por unanimidade. A próxima etapa é a escolha da banca preparatória e a publicação do edital para o concurso público para seleção dos guardas. A meta da prefeitura é realizar o procedimento ainda este ano. Serão 400 vagas, com percentual mínimo de 15% para mulheres.

O concurso será dividido em seis etapas eliminatórias, com prova escrita, exames físicos, psicotécnico, médico, além de avaliação social e documental e aprovação no curso de formação para Guarda Municipal. “Nova Iguaçu já conta com uma base do programa Segurança Presente, que ainda este ano será levado também para Austin e Miguel Couto. Vamos começar 2020 com grande reforço na segurança da cidade”, destaca o prefeito.

O salário inicial previsto é de R$ 1.651,95. Durante o curso de preparação os aprovados no concurso receberão 50% do salário a título de bolsa de formação. A jornada de trabalho será em escala 12 por 36 e 24 por 72 ou de 40 horas semanais, esta última com expediente de 8 horas diária.

Entre algumas competências da Guarda Municipal está a de zelar pelos bens, equipamentos e prédios públicos, colaborar de forma integrada com os órgãos de segurança pública e de defesa civil e atuar em ações preventivas na segurança escolar, além da fiscalização, controle e orientação do trânsito e do tráfego.

Comentários