Flipa começa em Nova Iguaçu com atividades diversas para as crianças

A 5ª edição do Festival de Literatura Infantil do Patronato acontece na Praça Santos Dumont até sábado

Por O Dia

As crianças ouviram atentamente os adultos que abriram o evento
As crianças ouviram atentamente os adultos que abriram o evento -
Nova Iguaçu - Pescaria literária, camarim criativo, oficina de criatividade, oficina de contação de histórias, oficina de jogos gigantes, oficina de artes plásticas, customização de sacolas ecológicas. Toda essa programação faz parte do Festival de Literatura Infantil do Patronato (Flipa). O evento começou nesta quinta-feira (3) e vai até sábado (5), das 10h às 18h, na Praça Santos Dumont, na Avenida Governador Portela, em frente ao número 382, no Centro de Nova Iguaçu.

Promovido há cinco anos, o festival é uma realização do Centro Social São Vicente, antigo Patronato São Vicente, em parceria com a Prefeitura de Nova Iguaçu. Este ano, o Flipa homenageia a escritora de literatura infanto-juvenil Ruth Rocha, autora do best seller ‘Marcelo, Marmelo, Martelo’ e abriu espaço para que 40 escritores da Baixada Fluminense exponham seus trabalhos na barraca da editora Litere-se, de Queimados.

Perla de Castro, proprietária da editora Litere-se, contou que criou o projeto ‘Eu Escrevo a Baixada’ para reunir os escritores da região. “ Quisemos dar voz aos autores da Baixada’,a firmou. A professora de português da rede estadual da cidade Adriana Igrejas, autora de romances e contos, entre os quais romance ‘Anjo Vingador’ e o iguaçuano Wagner Azevedo, escritor do ‘Dicionário de Vozes de Animais’, um livro interativo com cruzadas, exercícios para colorir e ligar, estão na barraca da editora.

Alunos do Centro Social São Vicente, que recebe crianças no pré-escolar, e estudantes da rede pública municipal são o público-alvo principal do acontecimento. E as crianças atendidas pelo Centro Social também participaram de oficinas organizadas pela Litere-se.“Setenta e seis crianças com quatro anos, de três turmas, nos contaram as histórias e desenharam. A partir dali nasceu o livro ‘Pequenos Poetas’, que será lançado no final de outubro.

Ana Melo, diretora de Projetos Especiais, e o vice-presidente Roberto Cabral, agradeceram a parceria da prefeitura, que permitiu a limpeza e preparação da Praça Santos Dumont. “Resolvemos ousar e trazer o festival para cá. Conversamos com o prefeito Rogerio Lisboa e o casamento foi perfeito. Após o Flipa, a prefeitura vai fazer obras e revitalizar o espaço”, afirmou Ana Melo.

Participaram da abertura do evento, organizado por Lene Souza, Dinha Pinheiro e Márcia Lanceta, o secretário municipal de Cultura Marcus Monteiro, os subsecretários Augusto Vargas e Rogério Costa, a superintendente da secretaria de Ciência e Tecnologia Verônica Garcia e o diretor da Rede do Bem, Fábio Mateus. A apresentação foi de Marcelo Borghi.

Galeria de Fotos

As crianças ouviram atentamente os adultos que abriram o evento Divulgação
Escritores que vão participar do Flipa na barraca da editora Litere-se Divulgação
Uma das barracas onde os alunos do Centro Social, das escolas e crianças visitantes vão poder brincar e ler Divulgação
Depois de inaugurado o evento, as crianças começaram a participar das atividades com as professoras Divulgação
Diretora de Projetos Especiais, Ana Melo, e o vice-presidente Roberto Cabral receberam as autoridades Divulgação

Comentários