Fenig cadastra novos artesãos no Programa Municipal de Artesanato

Podem se inscrever residentes e domiciliados na cidade, que devem apresentar documentação

Por O Dia

Os artesãos da cidade participam das feiras na cidade, como a de Miguel Couto
Os artesãos da cidade participam das feiras na cidade, como a de Miguel Couto -
Nova Iguaçu - Começa nesta segunda-feira, dia 20 de janeiro, o cadastramento de novos artesãos no Programa Municipal de Artesanato da Prefeitura de Nova Iguaçu, através da Fenig. Poderão participar do cadastramento todos os artesãos residentes e domiciliados na cidade. No ato do cadastramento será necessária a apresentação de original e cópia da carteira de identidade, do CPF e do comprovante de residência.

“Para a maioria dos artesãos que faz parte do Programa de Artesanato na cidade de Nova Iguaçu, a atividade é uma fonte de renda. Hoje são 1.200 cadastrados no Programa”, afirmou o presidente da Fenig, Miguel Ribeiro.

De acordo com Miguel, devido ao sucesso das inscrições em 2019, foi decidido antecipar o calendário para cadastramento de novos artesãos. “Eles encontraram no Programa uma forma de geração de renda,”, destacou.

Em 2019, diversas ações de capacitação profissional for realizadas através do programa, como o curso de Marketing Digital específico para os profissionais do artesanato na Casa de Inovação em uma ação da FENIG, em conjunto com a Secretaria Municipal de Assuntos Estratégicos, Ciência, Tecnologia e Inovação. Em 2020, novas turmas vão ter acesso aos cursos específicos para fortalecer as vendas dos artesãos de Nova Iguaçu no mundo digital.

“Para mim, o curso de Marketing Digital para artesãos abriu novos horizontes. Através do curso Excel, eu aprendi a ganhar mais tempo e ter mais controle do estoque e das vendas. Aprendi a trabalhar com as redes sociais e usar as fotos, porque a imagem é tudo”, afirmou a artesã Rosaura Troca, especialista em bijuterias.

Além do curso de Marketing Digital, os artesãos participaram de workshops, aulas-passeio ao Centro de Referência do Artesanato Brasileiro, no Centro do Rio.

Ações como estas, reforçaram o conhecimento de profissionais do artesanato sobre novas técnicas e produtos de todo o Brasil. “Peças feitas em madeira, matéria prima brasileira, feitas por artistas simples. A minha experiência com aquelas obras foi maravilhosa, olhando cada detalhe e pensando que não é simples, é um riqueza, é encanto”, destacou a artesã Joelma da Silva Lopes, que participou de uma das aulas-passeio ao CRAB.

As feiras de artesanato fortaleceram os espaços de venda e de geração de renda para as artesãs e os artesãos de Nova Iguaçu. Além das feiras da Praça Rui Barbosa, Praça Antônia Flores, Morro Agudo, Km 32, e do Kiosque das Artes, que funciona de segunda a sábado em Morro Agudo, uma nova feira foi inaugurada em 2019, na Praça de Miguel Couto.

Além do espaço Fenig/Sebrae, localizado no terceiro piso do TopShopping, onde acontece vendas de produtos dos cadastrados e também com oficinas de artesanato para o público em geral. “Isso é a valorização do trabalho do artesão, o reconhecimento do nosso trabalho”, afirmou Rosaura Troca.

As inscrições no Programa Municipal de Artesanato acontecem do dia 20 de janeiro ao dia 14 de fevereiro, na sede da Fundação Educacional e Cultural de Nova Iguaçu (Fenig), localizada na Avenida Governador Portela, 812, 2º andar, no Centro de Nova Iguaçu, das 9h às 17h.

No ato do cadastramento será necessária a apresentação de original e cópia da carteira de identidade, do CPF e do comprovante de residência.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários