Por

A instituição Beneficência Portuguesa pode fechar as portas. A principal dificuldade é o precário atendimento médico para a comunidade. "Temos poucos médicos para atender por causa da dificuldade financeira. Contamos com médicos voluntários e colaboração dos sócios para pagá-los", diz o administrador Célio Andrade. Para se reerguer, a entidade precisa de R$ 60 mil por mês.

Você pode gostar
Comentários