Guindaste tenta retirar escuna encalhada na Praia de Copacabana

Embarcação encalhou na praia na última sexta-feira

Por tiago.frederico

Rio - Um guindaste trabalha, desde o início da manhã desta segunda-feira, na Praia de Copacabana, para retirar uma escuna que encalhou na última sexta em um banco de areia, na altura do posto 2. A embarcação, segundo banhistas, foi avistada à deriva às 6h de sexta, mas só atracou duas horas depois.

Encarregados que fizeram o reboque da escuna, na última semana, disseram que ela estava atracada na Urca e eles a procuravam desde a madrugada. A embarcação ficou a deriva, porque a corda da âncora arrebentou devido a forte chuva da noite de quinta-feira.

Câmera da Prefeitura flagrou escuna sendo retirada da Praia de CopacabanaReprodução Câmera da Prefeitura

De acordo com a aposentada Maria Pombo, de 50 anos, que caminhava pela praia, ela observou a escuna desde às 6h se aproximando da praia. Quando eram 8h, o barco encalhou na praia. "Ela estava a a deriva. Depois que ela encalhou os bombeiros cercaram a área e uns barcos da Marinha ficaram parados perto dele", contou.

Os banhistas aproveitaram para tirar fotos. A enfermeira Simone Cannia, de 36 anos, fotografou o filho, João Gabriel, de 6, puxando a corda arrebentada da âncora.

"É estranho ter uma navio aqui na praia. Ele quis tirar foto dentro do barco, mas só deixei na frente", disse a enfermeira.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia