Ruas da Zona Norte terão obras contra alagamentos

Bairros beneficiados serão Rocha Miranda, Cordovil, Irajá e Penha. Segundo a prefeitura, muitas vias nem têm galeria pluvial ou estão com a rede obsoleta

Por thiago.antunes

Rio - Um pacote de investimentos da prefeitura promete colocar fim aos alagamentos de 12 ruas da Zona Norte. Através de um novo sistema de microdrenagem, pontos críticos, como os bolsões d’água na Avenida Brasil, na altura de Irajá, serão amenizados. O projeto, na ordem de R$ 12,5 milhões, já está em andamento e será concluído até fevereiro do ano que vem.

As intervenções, que estão sendo realizadas em quatro bairros — Rocha Miranda, Cordovil, Irajá e Penha —, fazem parte da modernização da rede pluvial da cidade. Ao todo, mais de 3 quilômetros de manilhas de concreto, de até 1,5 metro de diâmetro, serão implantadas no subsolo das vias, com objetivo de dar fluidez ao escoamento da água da chuva. Em alguns trechos, como as ruas de Rocha Miranda, este sistema está sendo implementado pela primeira vez.

As tubulações para melhorar a drenagem e o escoamento da água da chuva já estão sendo instaladas em 12 ruas da Zona NorteDivulgação

“Verificamos que algumas ruas da Zona Norte estavam sem galeria pluvial e outras com a rede obsoleta. Desde o último episódio de chuva forte em dezembro passado, notamos que estas 12 ruas apresentaram um cenário mais crítico de enchente e, por isso, elas foram as escolhidas”, explicou o presidente da Fundação Rio-Águas, João Luiz Reis, que afirmou haver falta de saneamento e drenagem em 10% da Zona Norte. “A cobertura não está tão ruim. O que fazemos agora é a modernização de todo o sistema”, comentou.

O programa de microdrenagem contempla as ruas ruas José Lopes, em Cordovil; Hipócrates, Galeno e José Sombra, em Irajá; Ingaí e Cuba, na Penha; e Pedro Rebelo, Moçambique, Santa Isaura, das Turquesas, Veríssimo Machado e Avenida dos Italianos, em Rocha Miranda. A expectativa para os próximos anos é completar toda a rede na Zona Norte e avançar na Zona Oeste, através do programa Bairro Maravilha, que atualmente, está em andamento em 13 locais, como Realengo, Campo Grande e Santíssimo.

Clique na imagem para ampliarArte%3A O Dia

Até o fim deste mês, Cordovil e parte de Irajá estarão com o novo sistema de rede pluvial concluído. O bolsão d’água na pista lateral, no sentido Centro da Avenida Brasil, que atormenta os motoristas a cada chuva forte, sofrerá impactos com as obras nas ruas Hipócrates e Galeno. Lá, está prevista a implantação de 900 metros de novas redes. “Vai haver uma melhora na Avenida Brasil, mas o fim do bolsão mesmo só será concretizado com as obras do BRT Transolímpico”, esclareceu Reis.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia