Por paloma.savedra

Rio - Na expectativa para o verão, os cariocas tiveram, nesta segunda-feira de primavera, um dia típico da estação, quando os termômetros chegaram a 41,6 graus, na Vila Militar, Zona Oeste do Rio. Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), esta foi a temperatura máxima deste ano. O recorde anterior era de 41,4 graus, em 10 de fevereiro, em Santa Cruz, também na Zona Oeste. 

Banhistas lotam praias em plena segunda-feira

O sol forte desta segunda mudou ainda o cenário da orla carioca, com as areias mais cheias do que de costume. De acordo com o meteorologista do Instituto Climatempo, Marcelo Pinheiro, o recorde de calor foi provocado por uma massa de ar seco que está cobrindo o Sudeste: "Essa massa está bloqueando as frentes frias que vêm do Sul do país. E nesta segunda-feira, também houve intensificação dos ventos de norte (que trazem ar quente do interior fluminense), o que fez com que a temperatura disparasse", disse o especialista. 

Em dia típico de verão, com calor de mais de 40 graus, em plena primavera, areias cariocas foram disputadas por banhistas Alessandro Buzas / Agência O Dia

Ainda segundo o especialista, a umidade do ar ficou baixa nesta segunda-feira, devido ao ar seco. O Aeroporto do Galeão, na Ilha do Giovernador, chegou a registrar menos de 20% de umidade, representando situação de alerta.

De acordo com o instituto, a previsão para esta terça-feira é de sol e calor, mas a temperatura não sobe tanto: os termômetros devem marcar a máxima de 36 graus. Uma frente fria fraca passará pelo litoral, trazendo mais umidade. Já a previsão para esta quarta-feira é de chuva. E a partir de quinta, os termômetros voltam a subir, com previsão de calor de 40 graus para o fim de semana.

Você pode gostar