Fumaça em trem do MetrôRio assusta usuários e causa atraso na circulação

Passageiros relatam princípio de incêndio, Metrô Rio nega e bombeiros dizem que não foram acionados

Por tiago.frederico

Fumaça em composição do MetrôRio assusta passageiros%3B concessionária nega incidenteSeguidor %40FabianoHeizer

Rio - Passageiros ficaram assustados com uma grande quantidade de fumaça liberada por um trem da Linha 2 do MetrôRio que seguia para a Zona Sul, na manhã desta terça-feira. Nas redes sociais, usuários postaram fotos e relatos sobre um princípio de incêndio, que não foi confirmado pela concessionária e tampouco pelo Corpo de Bombeiros. De acordo com os usuários, o problema teria começado em Acari e sido controlado em Colégio, na Zona Norte da cidade.

Ao DIA, o analista de sistemas Fabiano Heizer contou que embarcou no trem na estação Rubens Paiva e que, por volta das 8h27, observou o incêndio na composição que já estava em Acari. "Logo na primeira estação, em direção ao Centro, o vagão seguinte ao que eu estava começou a soltar fumaça na parte de baixo. Subiu aquele cheiro forte de queimado, aí apareceram funcionários do metrô com extintores para combater as chamas", contou.

Ele critica o modo como a concessionária lidou com o incidente. "Não deram orientações aos passageiros. Depois que o incêndio foi controlado, a composição seguiu viagem com passageiros dentro. Eu peguei uma outra composição retornando até Rubens Paiva para fugir da fumaça", relatou o analista de sistemas. Fabiano contou que levou cerca de uma hora para conseguir chegar ao trabalho nesta terça-feira.

Procurado pela reportagem, o MetrôRio não confirmou o princípio de incêndio na composição. O Corpo de Bombeiros disse que não foi acionado pela concessionária. Por telefone, o Metrô Rio disse que um problema no trem que seguia para a Zona Sul foi identificado na estação Colégio. Passageiros desembarcaram na plataforma e seguiram viagem em trens extras, que foram "injetados para normalizar os intervalos", que foram afetados, afirmou o MetrôRio. A circulação ocorreu com atrasos até as 9h26 na Linha 2, quando foi regularizada. Na Linha 1, não houve atraso. Ainda segundo a concessionária, a composição que apresentou o problema foi encaminhada para um centro de manutenção.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia