Paralisação de funcionários de empresa de ônibus afeta circulação do BRT

Viação Litoral Rio não enviou coletivos articulados e linhas alimentadoras para abastecer sistema em plena hora do rush

Por tiago.frederico

Rio - Funcionários da Litoral Rio fizeram uma paralisação no início da manhã desta terça-feira na porta da empresa, na Estrada do Engenho d'Água, no Anil, em Jacarepaguá, Zona Oeste da cidade. Segundo informações, cerca de 50 trabalhadores reclamava do pagamento dos vales refeição e alimentação, que estaria atrasado desde março deste ano. Piquetes foram realizados e a saída de coletivos da garagem da viação foi impedida, o que acabou afetando a circulação no BRT.

Funcionários fazem piquete na porta da Litoral Rio%2C no AnilWhatsApp O DIA (98762-8248)

A empresa que é consorciada ao sistema acabou não enviando linhas alimentadoras e ônibus articulados para atender corredores expressos em plena hora do rush, porém os serviços no Transcarioca e no Transoeste não foram paralisados. "O Consórcio Operacional do BRT realizou esforços junto às outras consorciadas para substituir os veículos", disse, em nota, o BRT Rio. Ônibus da viação só entraram em operação no sistema, por volta das 6h30, quando foi regularizada a situação.

Ainda em nota, o BRT Rio disse que lamenta os transtornos e pediu a compreensão dos clientes. Também através de comunicado, a empresa Litoral Rio afirmou que o protesto na porta de sua garagem terminou às 8h. Ela ainda negou atrasos nos pagamentos e disse que vem cumprindo "rigorosamente o que foi acordado entre os sindicatos das empresas e dos rodoviários na convenção coletiva do trabalho assinada em junho deste ano".

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia