Em Nova Iguaçu, 12º EncontrArte apresenta espetáculos de graça

‘Casa Grande e Senzala – Manifesto Musical Brasileiro', é a primeira apresentação do evento, que acontece do dia 26 de setembro a 5 de outubro

Por julia.amin

Nova Iguaçu - A comédia é tema do 12ª edição do EncontrArte (Encontro de Artes Cênicas da Baixada), do dia 26 a 5 de outubro, com 17 espetáculos gratuitos no Teatro Sesc e na Casa de Cultura de Nova Iguaçu. A expectativa é receber público de cerca de 10 mil pessoas.

A Cia. Os Ciclomáticos abre o festival, que este ano homenagea Chico Anysio. Em ‘Casa Grande e Senzala – Manifesto Musical Brasileiro’, o grupo viaja pelo Brasil e seus costumes. O autor e produtor, Ribamar Ribeiro, conta que foi a Roraima, Amazonas, Bahia, Minas Gerais e outros lugares em busca de referências.

“Muitos elementos do espetáculo são fruto dessa pesquisa. Temos músicas indígenas, samba de roda, canto de lavadeira. Sons do interior”, diz ele, explicando que o maior desafio foi transformar um livro de 700 páginas em uma hora e meia de peça, referindo-se a ‘Casa Grande e Senzala’, de Gilberto Freyre.

‘Casa Grande e Senzala – Manifesto Musical Brasileiro’ mistura uma adaptação livre do texto de Gilberto Freyre com elementos da cultura regional brasileira Divulgação


No dia 4, Aline Corrocino interpreta Kassy Devassa em ‘Muita Mulher pra Pouco Musical’, da Cia. As Sadomusicistas. A peça mostra as dificuldades e os bastidores do meio artístico.

Nela, Kassy faz tudo para ter uma chance, mas se atrapalha nas audições. “Minha personagem é bem louca e divertida. Ela acha que é sexy e que pode seduzir a todos, mas nunca consegue. É cômico!”, diverte-se Aline.

Uma novidade desta edição é que o público vai escolher, pela internet, uma das três mascotes que serão a nova marca do evento.

Além disso, os produtores Claudina Oliveira, Fábio Mateus e Tiago Costa anunciam novos rumos para o EncontrArte. “Reformulamos a empresa e quermos agenciar boas produções culturais, fazendo uma ponte entre peças e público”, explica Mateus, que pretende agregar produtores, técnicos e artistas da Baixada, da Região Metropolitana e do interior.

Programação

Dia 26 — ‘Casa Grande e Senzala – Manifesto Musical Brasileiro’, às 20h no Teatro do Sesc.

Dia 27 — Toda Nudez Será Castigada</CS>’, às 20h, no Teatro do Sesc.

Dia 28 —‘A Descoberta das Américas’, às 20h, no Teatro do Sesc.

Dia 29 — <‘O Mistério da Rua das Andorinhas’, às 16h no Teatro do Sesc.

Dia 30 — ‘Olho’, às 15h, na Casa de Cultura.

Dia 1º — ‘Urucuia Grande Sertão’, às 10h no Teatro do Sesc; ‘A Caminho de Belém - A Cidade Que Tudo Tem’, às 15h, na Casa da Cultura; e ‘Vestido de Noiva’, às 20h no Sesc.

Dia 2 — ‘Ulisses Cabeça de Vento’, às 10h no Sesc; ‘Duas Palhaças’, às 15h na Casa da Cultura; e ‘O Quarto da Bianca’, às 20h, no Sesc.

Dia 3 — ‘Brincante’, às 10h, no Sesc; ‘Espelunca’, às 15h, na Casa de Cultura; e ‘Felicidade’, às 20h no Sesc.

Dia 4 — ‘O Livro Mágico da Emília’, às 10h no Sesc; ‘O Homem de Dentro’; às 15h na Casa de Cultura; e ‘Muita Mulher pra Pouco Musical’, às 20h no Sesc.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia