Por julia.amin

Macaé - O estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o "Moacyrzão", em Macaé, receberá melhorias para servir como centro de treinamento de alguma seleção na Copa do Mundo de 2014 no Brasil. E, para tanto, o prefeito Dr. Aluízio já assinou o termo de compromisso com a Caixa Econômica Federal (CEF) que prevê repasse, através do Ministério do Esporte, de verba no valor de R$ 1,7 milhão, enquanto o município entra com uma contrapartida de R$ 148 mil.

O objetivo é fazer com que o "Moacyrzão" cumpra as exigências da Federação Internacional de Futebol Associado (a FIFA). O dinheiro será usado, principalmente, para remodelar a sala de musculação e adquirir novos equipamentos, além de ampliar a sala de fisioterapia e do Centro de Imprensa, melhorar os vestiários, reformar a praça de alimentação e comprar um gerador de energia de 500kva, entre outros itens.

Confirmação de Macaé como cidade sede para a aclimatar delegação estrangeira será no início de janeiroDivulgação

Ainda não existe uma data para o início e o fim das obras. Nesta fase, a Caixa Econômica faz uma avaliação técnica de documentos. "Estão sendo analisados todos os dados enviados. Após essa etapa, o banco autoriza a prefeitura a promover as licitações e, em seguida, iniciar as execuções", disse Samantha Fragoso, gerente municipal da Câmara Permanente de Gestão (CPG) - órgão que centraliza as informações pela prefeitura e tem a responsabilidade de manter o contato com a CEF.

Segundo Luiz Renato Martins, presidente da Fundação Municipal de Esporte e Turismo (Fesportur), a expectativa é de que a confirmação de Macaé como cidade sede para a aclimatação de alguma delegação estrangeira aconteça até o início de janeiro. "Macaé faz parte do Caderno de Intenções da FIFA. O município é citado na revista publicada pela entidade. Estamos muito otimistas e as chances são grandes", afirmou.
Este ano, o estádio sediou 12 jogos de clubes cariocas.

Você pode gostar