Por rosayne.macedo

Rio - Os 295 estudantes da rede municipal capacitados para atuar na prevenção de desastres das chuvas como agentes comunitários escolares receberam, nesta terça-feira (7), kits com mochila, capa de chuva, lanterna e apito. Esses agentes foram capacitados em 2013, em uma parceria entreo município e a ONG internacional Care, aprendendo noções básicas de Defesa Civil e de primeiros socorros. O material, do estado, deixará esses estudantes mais equipados para atuar na prevenção de desastres das chuvas.

Durante uma semana, os estudantes aprenderam noções básicas de prevenção de desastres das chuvas. A proposta é que eles se tornem multiplicadores desse conhecimento, junto a amigos de escola, família e vizinhos.

O estudante Patrick Pereira, de 15 anos, do 9º ano da Escola Ana Mohammad e morador do Sargento Boening, acredita que, com o kit, poderá ajudar mais pessoas. “Com a lanterna, poderemos sair no escuro e ajudar as pessoas a saírem de casa. No curso, aprendemos que temos que sair com calma”, disse.

O estudante João Paulo de França, de 16 anos, do 9º ano da Escola Odette Fonseca, morador do Duques, afirmou que o kit será útil para por em prática o que aprendeu no curso. “Aprendemos o que fazer, nas chuvas, para ajudar as pessoas, os primeiros socorros, o que fazer quando se perder”, disse.

Neste primeiro momento do projeto, foram capacitados alunos de dez escolas municipais próximas às Unidades de Proteção Comunitária (UPCs): Dr. Rubens de Castro Bomtempo (Vila Felipe), Prefeito Jamil Sabrá (Rua Coronel Veiga), Governador Marcello Alencar (Quitandinha), Odette Fonseca (Duques), Stefan Zweig (Quitandinha), Vereador José Fernandes da Silva (Alto da Serra), Paroquial Bom Jesus (Dr. Thouzet), Clemente Fernandes (24 de Maio), Ana Mohammad (Castelânea) e João Paulo II (São Sebastião).

“Temos uma cidade muito bonita, mas temos algumas fragilidades. Todo verão chove muito forte. Não temos como impedir que chova forte, mas temos como deixar a cidade mais resiliente. Só vamos conseguir com a ajuda de vocês. Nós, juntos, vamos mudar a história de Petrópolis, deixar a cidade mais segura”, disse o secretário de Proteção e Defesa Civil, Rafael Simão, na cerimônia de entrega dos kits, no Theatro Dom Pedro, com a presença de diretoras das dez escolas participantes desta primeira fase do projeto.


Você pode gostar