Petrópolis consegue vender 258 veículos rebocados em leilão

Os 12 veículos que não foram vendidos permanecem no pátio legal da cidade

Por vinicius.amparo

Rio - Duzentos e cinquenta e oito veículos rebocados em Petrópolis neste ano foram vendidos nesta última segunda-feira (10) no leilão na cidade. Mais de 300 pessoas se inscreveram para participar, superando as expectativas dos organizadores. Esse foi o primeiro leilão de veículos realizado no município desde a implantação do serviço. Os recursos obtidos com o leilão serão destinados para a quitação dos débitos existentes junto ao Detran e à empresa que opera o reboque, além do pagamento das despesas com o leilão. Parte do que foi arrecado irá para a CPTrans.

Foram a leilão 270 veículos. Desses, 258 foram vendidos. Os outros 12, por não ter havido interessados, permanecem no pátio da Rodando Legal, no Morin. Caso os proprietários não busquem os veículos, eles serão novamente leiloados. Para ir a leilão, o veículo tem que ter passado mais de 90 dias no depósito da Rodando Legal.

“A realização do primeiro leilão de veículos foi um sucesso, porque foram muitas as pessoas interessadas e vendemos quase todos os carros. Além disso, vai facilitar a realização dos próximos leilões. O reboque está sendo um serviço positivo para a cidade, porque está tirando de circulação centenas de veículos irregulares, em débito com os cofres público ou que estavam parados de forma irregular. Assim, o município contribui para a fluidez no trânsito, já que muitos dos carros rebocados estavam estacionados de modo a prejudicar o trânsito”, disse o presidente da CPTrans, Gilmar Oliveira.

O leilão foi realizado das 13h às 18h30, no Clube Petropolitano, na Avenida Roberto Silveira, Centro. Os participantes foram motivados pela possibilidade de comprar veículos em bom estado a preços baixos. Foi o caso do comerciante Jorge Mazza, de 55 anos, morador do Independência. Ele comprou um Siena 2010, por R$ 3,8 mil.

“Achei o leilão muito bom, organizado, com preços acessíveis. O leiloeiro explicou tudo muito claro. Vou comprar para eu e meus filhos usarmos. O leilão é bom porque podemos comprar um carro usado sabendo que não é roubado, que é coisa séria”, disse Jorge.

Os proprietários de veículos rebocados, para reaver seus carros ou motos, devem quitar todos os débitos, como IPVA, despesas com diárias e reboques, e multas. Eles devem procurar a empresa Rodando Legal, localizada na Avenida Dom Pedro I, 486, Centro. Na página principal do site da Prefeitura, na aba “Evite transtornos”, há o passo a passo do que fazer quando o seu veículo for rebocado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia