Teresópolis faz reforma administrativa

Dentro do projeto, quatro secretarias passam a ter gestão interina, ou seja, não há recebimento de salário pela coordenação destas pastas

Por eduardo.oliveira

Rio - O prefeito Arlei Rosa (PMDB) anunciou, nesta terça-feira (10), algumas mudanças no secretariado, dando início a uma reestruturação administrativa que visa ainda um estudo e implementação de medidas que vão gerar economia e novo rumo na gestão. Dentro deste projeto, quatro secretarias passam a ter gestão interina, ou seja, não há recebimento de salário pela coordenação destas pastas: Secretaria M. de Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Orçamento Participativo e Relações Comunitárias, Obras Públicas e Secretaria de Turismo.

A Secretaria M. de Trabalho, Emprego e Economia Solidária terá como interina a secretária de Desenvolvimento Social, Graça Granito. Já Orçamento Participativo e Relações Comunitárias será gerida por Silvana Pires, titular do Planejamento.

A direção da Secretaria de Obras Públicas será exercida, interinamente, por Carlos Antônio Lopes de Oliveira, que segue também como titular de Fiscalização de Obras Públicas. Na Secretaria de Turismo, assume, interinamente, o secretário de Cultura, Ronaldo Fialho.

Além disso, a gestão da Secretaria de Serviços Públicos fica, a partir de agora, a cargo de Denilson Moraes, que até então ocupava a titularidade da Secretaria de Obras Públicas.


*Com informações da assessoria da prefeitura de Teresópolis

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia