Rio e Espírito Santo entregam projeto da nova estrada de ferro Rio-Vitória

Ministro dos Transportes autorizou marcação das audiências públicas para o mês de julho

Por marlos.mendes

RIO - Os secretários de Estado de Transportes do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, Carlos Roberto Osorio e Paulo Ruy Carnelli, entregaram ao ministro dos Transportes, Antonio Carlos Rodrigues, e ao diretor geral da ANTT, Jorge Bastos, o projeto revisado da nova estrada de ferro EF 118 Rio-Vitória, em evento realizado na tarde desta segunda-feira na sede da Associação Comercial do Rio de Janeiro.

Com a entrega da documentação, o ministro dos Transportes autorizou a marcação das audiências públicas no Rio de Janeiro, em Campos dos Goytacazes e em Vitória para o próximo mês de julho. Essas audiências são a última etapa a ser vencida para que o projeto da nova ferrovia seja encaminhado para apreciação do Tribunal de Contas da União (TCU).

A nova ferrovia Rio-Vitória faz parte do Programa de Infraestrutura e Logística (PIL), lançado pelo Governo Federal em 2012, que previa a concessão, por parte da União, de 12 novas ferrovias no país. Em 2013, os Estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo celebraram convênio para avaliação e elaboração do projeto da nova ferrovia.

A EF 118 interligará a Região Metropolitana do Rio com Vila Velha, na grande Vitória. Com extensão de 577 km, essa ferrovia se articulará com a futura EF 354 (Estrada de Ferro Transcontinental – ligação ao Peru), a partir de Campos dos Goytacazes, atravessando as regiões minerais e agrícolas do centro do país, e possibilitando a conexão com os mercados europeu e asiático.

Além disso, a nova ferrovia estará interligada com a rede da concessionária MRS, que liga o Rio de Janeiro a São Paulo e Minas Gerais. E, no Espírito Santo, com a estrada de ferro Vitória-Minas. A EF 118 atenderá a demanda da rede portuária dos dois estados, incluindo os portos de Sepetiba, Itaguaí, Macaé, Barra do Furado e Açu, no Rio de Janeiro, e os portos Central e Tubarão, no Espírito Santo.

"Hoje demos um grande passo para a viabilização da nova ferrovia Rio-Vitória. Esse investimento é estratégico para fazer do estado do Rio o centro logístico da região Sudeste e consequentemente do Brasil. Junto com o Espírito Santo, seguiremos acompanhando este processo até a publicação dos editais de concessão pelo Governo Federal”, disse o secretário de Estado de Transportes do Rio de Janeiro, Carlos Roberto Osorio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia