Antonio Florencio de Queiroz Junior: A importância do turismo social

O turismo social vem causando um impacto na vida das pessoas que experimentam e desfrutam a atividade, porque viajar é uma experiência única!

Por O Dia

Antonio Florencio de Queiroz Junior
Antonio Florencio de Queiroz Junior -
Rio - O Turismo Social do Sesc RJ proporciona, há 20 anos, uma atividade fundamental: o desenvolvimento econômico e social do estado. Esse trabalho tem o poder de transformar vidas e realizar sonhos por meio da geração de renda e emprego! E, igualmente importante: promover ações socioeducativas que contribuam para o bem-estar social e a qualidade de vida dos que atuam no comércio de bens, serviços e turismo. Esta é a nossa missão.

É definido pelo Ministério do Turismo como uma atividade turística, com o objetivo de promover a igualdade de oportunidades, o desenvolvimento das comunidades locais, a solidariedade, e o exercício da cidadania na perspectiva da inclusão.

Ao longo das últimas décadas, o Turismo Social surgiu, cresceu, e se reinventou. E, em geral, vem causando um impacto na vida das pessoas que experimentam e desfrutam a atividade, porque viajar é uma experiência única!

Trata-se de um investimento que enriquece a alma. Viajar proporciona novas amizades, novos vínculos, novas riquezas compartilhadas. Acessa a fantasia! Jamais, qualquer tecnologia alcançará a sensação de sonhos que se transformam em realidade, como acontece ao viajar.

No Sesc RJ, as iniciativas promovidas pelo Turismo Social valorizam o ser humano, sua cultura e seu ambiente, a partir de experiências inovadoras. Democratiza o acesso ao produto turístico como agente de inclusão social e oportuniza lazer aos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo. Fomenta a atividade turística, contribuindo para o conhecimento de novas culturas, hábitos e costumes. Tudo isso ajuda a estimular o conhecimento histórico, cultural, ambiental e social tanto dos viajantes como dos moradores locais, que passam a trocar experiências genuínas.

Os projetos desenvolvidos são laborados, tratados, pesquisados e direcionados para o desenvolvimento econômico e social do turismo do estado do Rio, em suas 12 regiões turísticas e seu entorno, estimulando a atividade, em parceria com as entidades, poder público, trade turístico e instituições de ensino.

A atividade também desenvolve roteiros diversificados, potencializando o calendário de eventos municipais, divulgando suas vocações, festas religiosas, feiras literárias, economia criativa, cultura, gastronomia e tudo mais. São pontos que garantem a sustentabilidade da economia local.

Ao longo de hoje, a Fecomércio RJ sedia o Seminário Turismo Social, realizado pelo Conselho Empresarial de Turismo da CNC. Junto com representantes do trade turístico fluminense, membros do Legislativo e gestores públicos, discutiremos, entre outros enfoques, ações de fortalecimento da economia dos destinos visitados e oportunidades de fomento das atividades comerciais, como: restaurantes, bares, hotéis, pousadas, parques, feiras, eventos, museus, centros culturais, guias de turismo, guias locais, taxas turísticas, entre outros.
É o Turismo Social desenvolvendo todo e qualquer serviço que integra a cadeia produtiva do Turismo não só no Estado do Rio de Janeiro como em todo o Brasil.
Antonio Florencio de Queiroz Junior é presidente do Conselho Regional do Sesc RJ
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários