Lúcia de Fátima Fernandes Fonseca - Divulgação
Lúcia de Fátima Fernandes FonsecaDivulgação
Por O Dia
A Justiça Eleitoral comunicou na tarde desta terça (27) o indeferimento do registro de candidatura de Lúcia de Fátima Fernandes, conhecida como Batata, para a Prefeitura de Paty do Alferes, interior do Rio.

Na sentença, o Ministério Público alega que Batata teve suas contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas da União quando foi prefeita da cidade. Sobre este julgamento, o documento diz que houve “prática de irregularidades insanáveis que configuram atos dolosos de improbidade administrativa”.

A sentença que torna Batata inapta para a Eleição 2020 foi assinada por Fábio Lopes Cerqueira, juiz da 48ª Zona Eleitoral, que ressaltou o deferimento do pedido de registro de candidatura de Adriana Soares, candidata a vice pela chapa, conforme exigência do artigo 49, §1º da Resolução TSE nº 23.609/2019.
Procurada para comentar a decisão, a candidata não foi encontrada até a publicação desta matéria.