Novo veículo vem sendo testado em Petrópolis - Divulgação
Novo veículo vem sendo testado em PetrópolisDivulgação
Por O Dia
Petrópolis - Mais um modelo de veículo turístico está sendo avaliado pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes para a substituição às charretes com tração animal. O design do segundo automóvel testado é destinado preferencialmente ao uso off road, podendo atender a percursos específicos no Centro Histórico e também nos distritos, funcionando dentro de áreas ecorurais. A avaliação prática e operacional começou nesta segunda-feira e seguirá pelos próximos 15 dias, podendo ser prorrogado a critério da CPTrans.

A substituição do serviço turístico está em fase de avaliação das 12 empresas que se inscreveram no teste de operação. A prefeitura está organizando um calendário para atender a cada uma delas, de acordo com a disponibilidade das empresas. 

"Cada empresa tem um perfil diferente de transporte turístico. Vamos fazer a avaliação em todos os veículos e verificar a possibilidade e viabilidade de autorização não apenas no Centro Histórico, mas também nos distritos e nos bairros, de acordo com a demanda de cada localidade", explica Ellen Tardelli, assessora de projetos da prefeitura.

A empresa que vem sendo testada tem experiência de 27 anos em serviços turísticos deste tipo. São mais de 30 rotas atendidas na cidade do Rio de Janeiro. Equipes da CPTrans vêm acompanhando o trabalho e vistoriam a adequação do veículo ao pavimento, além de outros itens, como a segurança dos passageiros e a resistência mecânica. 

"Existe a necessidade de avaliação para que a gente pontue para as empresas as possíveis mudanças nos modelos apresentados", disse o diretor técnico e operacional da Companhia, Luciano Moreira.

O fim do uso dos cavalos para tração das charretes foi escolhido por 117 mil pessoas em plebiscito realizado no ano passado. Após homologação do resultado pelo TSE, a prefeitura decretou a extinção da atividade, em março desse ano.

"Petrópolis está saindo na frente mais uma vez. Não existe em nenhuma outra cidade um serviço turístico como esse. Serão mais opções oferecidas para os nossos turistas", frisa o secretário da Turispreto, Marcelo Valente.