O integral garante alimentação, segurança e participação em oficinas diferenciadas durante a permanência do aluno no ambiente escolar - Divulgação/Prefeitura de Petrópolis
O integral garante alimentação, segurança e participação em oficinas diferenciadas durante a permanência do aluno no ambiente escolarDivulgação/Prefeitura de Petrópolis
Por Ney Freitas
Petrópolis - No próximo ano, o número de escolas na rede municipal que passarão a oferecer o período integral chegará a 24. Um aumento na oferta seis vezes maior em comparação com o ano de 2016, quando apenas quatro ofereciam esse tipo de atendimento. O integral garante alimentação, segurança e participação em oficinas diferenciadas durante a permanência do aluno no ambiente escolar. Os pais de alunos que ainda não fazem parte da rede municipal e que desejam inscrever seus filhos nessa modalidade devem ficar atentos: o prazo da pré-matrícula, através do site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br) será entre os dias 18 de dezembro deste ano e 6 de janeiro de 2020.
Passarão a oferecer o ensino integral – a partir do programa PIAC - as unidades: Escola Municipal Oswaldo Costa Frias e Escola Municipal Antonio José de Lima, ambas na Posse. Escola Municipal Sebastião Lacerda, no Rocio. Escola Municipal Américo Fernandes Ribeiro, no Vale das Videiras. CIEP Brizolão 474 Maestro Guerra Peixe Municipalizado, no bairro Cascatinha. Escola Municipal Amélia Antunes Rabelo, no bairro Madame Machado. Escola Municipal Lúcia de Almeida Braga, no Carangola. Escola Municipal Professor Joaquim Deister, no Floresta e Escola Municipal Darcy Correa da Veiga, em Itaipava.
Publicidade
Vale salientar que o investimento na educação em tempo integral coloca Petrópolis no rumo certo: até 2025, o governo federal estipula que 50% dos alunos da rede precisam estar em escolas de tempo integral. Essa mudança na rede municipal vem acontecendo gradativamente. Em 2017 eram quatro escolas que ofertavam esse tipo de atendimento, agora, passarão para 24 escolas. O número de alunos atendidos nesses espaços em 2019 foi de mais de 1.600 e a meta é a de aumentar em pelo menos 50% esse quantitativo. O ensino integral tem outras vantagens. Com o integral será aumentada a oferta de alimentos para esses alunos e garantida a segurança. A ação promete mais tranquilidade aos pais que precisam trabalhar.
Importante lembrar, também, que a educação integral está de acordo com as metas estabelecidas no Plano Nacional de Educação e também no municipal, ou seja, estamos preparando as unidades, reforçando a merenda e realizando encontros de imersão com os profissionais das escolas para garantir o melhor atendimento possível para os alunos”, explica a secretária de Educação, Márcia Palma.
Publicidade
Cada escola escolheu as oficinas que serão ofertadas respeitando a infraestrutura de cada espaço. Para cada uma delas foi oferecida a possibilidade de escolha seguindo os eixos definidos no Programa Integrado de Atendimento à Criança – PIAC: Memória, cultura e artes. Educomunicação, Esporte e lazer, Iniciação científica, Educação ambiental, Educação em direitos humanos, Prevenção e promoção da saúde e Orientação de estudos.
Além das novas escolas, já atendem de forma integral as seguintes unidades escolares: Escola Municipal Johan Noel – 4º até o 3º ano do fundamental, Escola Municipal Luiz Carlos Soares, no bairro (Morin) – 5º período ao 3º ano do ensino fundamental, Escola Municipal Senador Mário Martins, no Caxambu – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental, Escola Municipal Monsenhor Cirillo Calaon, no Jardim Salvador – 1° período da educação infantil até o 3° ano do ensino fundamental, Escola Municipal Magdalena Tagliaferro, no Castelo São Manoel – do 4° período da educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental, Escola Municipal Ana Mohammad, no bairro Sargento Boening, Colégio Gunnar Vingren, no Valparaíso, Professor Nilton São Thiago, em Nogueira, São Francisco de Assis, no Moinho Preto, São João Batista, no bairro Duarte da Silveira e Dom Pedro de Alcântara, na BR-040. Além dessas, duas escolas oferecem atendimento integral a partir de projetos distintos: Escola Santo Antônio do Vale do Cuiabá / Padre Quinha, e o Centro Educacional Comunidade São Jorge.
Publicidade
Pré-matricula: inscrições pelo site da prefeitura
O período de pré-matrícula 2020 da rede municipal de Educação começará no dia 18 de dezembro e seguirá até o dia 6 de janeiro de 2020. Um link será disponibilizado no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br). Já no caso dos alunos com deficiência, o atendimento será diferenciado: os pais ou responsáveis terão prioridade nas vagas. Eles deverão agendar um horário para atendimento no Departamento de Educação Especial da Secretaria de Educação e não precisarão fazer a pré-matrícula no site da PMP. Os agendamentos desses casos poderão ser feitos pelo telefone: 22468685 / 8683 / 5989, ou, ainda, presencialmente, no Departamento de Matrículas da Secretaria de Educação – Avenida da Imperatriz, nº 193 – prédio Frei Memória. Os responsáveis deverão comparecer ao Departamento de Educação Especial no dia e hora agendando (Rua Buenos Aires, 155 – Centro) do dia 18 de dezembro ao dia 06 de janeiro das 9h às 12h e das 13h às 17h.
Publicidade
Os alunos especiais que já são da rede serão previamente agendados e comunicados. O atendimento será individualizado e os alunos serão encaminhados para as unidades que melhor os atendam. Nos demais casos, os pais de crianças que ingressarão na rede deverão fazer inscrição no sistema de pré-matrícula no site da PMP. Serão aceitas matrículas para 4º e 5º períodos da Educação Infantil; 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental e 1ª a 9ª Fase da Educação de Jovens e Adultos (EJA - Noturno).