Feira livre: opção a quem busca produtos de qualidade para ceia natalina

Itens mais procurados nessa época são as frutas como ameixas, cerejas, abacaxi, banana e laranja

Por Ney Freitas

Além da qualidade dos alimentos comercializados, a venda direta estimula o setor agrícola e garante preços justos
Além da qualidade dos alimentos comercializados, a venda direta estimula o setor agrícola e garante preços justos -
Petrópolis - Ótima notícia para quem deixar a compra os produtos para a ceia natalina nas feiras livres: três edições especiais serão realizadas no sábado, domingo e terça-feira, dias 21, 22 e 24 de dezembro, no Centro e no Alto da Serra. Além da qualidade dos alimentos comercializados pelos feirantes, a venda direta estimula o setor agrícola e garante preços justos.
No sábado a feira vai funcionar na Rua Sousa Franco, das 6h às 16h. Já no domingo, das 6h às 14h, a venda direta será no Alto da Serra e no Centro. Na véspera do Natal, dia 24 de dezembro, das 6h às 16h, no Centro da cidade.
De acordo com o Departamento de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, serão mais de 150 toneladas de produtos frescos à venda para garantir a ceia de todos. Os itens mais procurados nessa época do ano são as frutas como ameixas, cerejas, abacaxi, banana e laranja, além dos tradicionais legumes.
Boa oportunidade para os vendedores escoarem as mercadorias e conquistarem lucro perto do fim de ano”, destaca José Maurício Soares, diretor do Departamento de Agricultura. De acordo com Luiz Henrique Lélis, supervisor Geral de Agricultura Abastecimento e Produção, só de batata inglesa serão disponibilizados nas três feiras 25 toneladas. 
IPEM fiscaliza balanças na feira livre
Na última semana, o IPEM, o Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro, iniciou o processo de fiscalização das balanças da feira livre numa ação solicitada pela Associação dos Feirantes. Os superintendentes do IPEM fiscalizam as balanças e colocam um selo, que mostra que o produto está funcionando de forma correta. “É uma garantia extra para os clientes. Os feirantes também aprovam e os clientes podem conferir o selo nas balanças, mostra transparência nessa relação entre vendedor e consumidor”, conta Luiz Henrique.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários