Petrópolis em estado de alerta após temporal que parou a cidade

Até o início da noite desta quarta-feira, 45 ocorrências foram registradas. Dentre elas, 33 casos de deslizamentos de terra

Por Ney Freitas

Em alguns pontos da cidade, como no bairro Bingen, carros foram arrastados pela força da água
Em alguns pontos da cidade, como no bairro Bingen, carros foram arrastados pela força da água -
Petrópolis - Após o forte temporal desta quarta-feira, técnicos da Defesa Civil continuam nas ruas para atender chamados em vários pontos de Petrópolis. Em menos de uma hora, cerca de 90mm de chuva castigaram a cidade, um número nove vezes maior do que o esperado. Desde a última quinta-feira, dia 2 de janeiro, 310 ocorrências foram atendidas. 
Na BR-040, trecho de subida da Serra de Petrópolis, veículos enfrentaram um grande volume de água que se formou com a chuva. Em alguns pontos, verdadeiras cachoeiras desciam pelas encostas. Motoristas assustados tentaram se abrigar em postos de gasolina, acostamento e restaurantes. Até o momento nenhuma ocorrência foi registrada nas estradas que cortam a cidade.
Empresas de ônibus tiveram a operação de algumas linhas totalmente interrompida. Moradores de bairros como Bingen, Pedras Brancas, Quitandinha e Centro viram ruas completamente alagadas. Por volta de 17h o nível da água começou a baixar revelando buracos e inúmeros obstáculos espalhados nas ruas, como galhos e troncos de árvores, terra e muito lixo.

Em alguns pontos da cidade os bombeiros precisaram utilizar botes infláveis para resgatar pessoas que não conseguiram escapar dos alagamentos. O Inmet, Instituto Nacional de Meteorologia, mantém o alerta de mais chuvas para esta quinta-feira, com previsão de 50mm para a parte da tarde. 
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários