A Casa de Santos Dumont está entre as principais atrações turísticas da cidade - Divulgação/Prefeitura de Petrópolis
A Casa de Santos Dumont está entre as principais atrações turísticas da cidadeDivulgação/Prefeitura de Petrópolis
Por O Dia
Petrópolis - Petrópolis tem percebido, a cada ano, um aumento no número de visitantes que vêm em busca dos patrimônios históricos e culturais do município, além de aproveitar as belezas naturais que a Cidade Imperial oferece em meio aos seus inúmeros circuitos turísticos. Prova disso é o movimento cada vez maior nos museus, que pertencem ao carro chefe do turismo. Só no ano passado, Museu Casa do Colono e Museu Casa de Santos Dumont, ambos administrados pela prefeitura, registraram crescimento de 23,7% e 15,3%, respectivamente, na comparação com 2018.
Investimentos no setor, como a ampliação dos eventos do município, vêm colaborando com o crescimento da presença de turistas na cidade. Só a Bauernfest e o Natal Imperial atraem, juntos, quase um milhão pessoas. A parceria com a iniciativa privada, a maior participação em feiras do setor para aumentar a divulgação do destino Petrópolis, o incentivo ao empresariado do trade e a busca por recursos federais para a reforma dos atrativos, estão entre as ações que vêm fazendo o número de visitantes ultrapassar a casa dos 2 milhões por ano.
Publicidade
Pelo Museu Casa de Santos Dumont passaram 185.921 visitantes em 2019. O número é 15,32% maior do que o registrado no ano anterior, quando 161.215 pessoas conheceram um pouco mais sobre a vida e as invenções de uma das mais conhecidas personalidades do país. Já no Museu Casa do Colono, que ajuda o turista entender os costumes e como viviam os primeiros colonos alemães, registrou no ano passado 24.298 visitantes entre turistas e petropolitanos, ou seja, 23,72% a mais do que em 2018, quando o número foi de 19.640. Na mesma linha de crescimento também está o Museu Imperial, conhecido em todo país, com aumento de 13,89% na comparação entre 2019 e 2018.