Império de Petrópolis é a escola de samba representante da cidade no Carnaval carioca - Reprodução/Redes Sociais
Império de Petrópolis é a escola de samba representante da cidade no Carnaval cariocaReprodução/Redes Sociais
Por O Dia
Petrópolis - A Império de Petrópolis é a escola de samba representante de Petrópolis no Carnaval carioca. A agremiação será a sétima a desfilar na Intendente Magalhães, que serve de base para as escolas do grupo de acesso ao Sambódromo, no dia 29 de fevereiro. Antes disso, durante o período da folia, os petropolitanos vão poder curtir as apresentações das escolas no Carnaval promovido pela prefeitura nos bairros.

No domingo, dia 23, vai ter Império de Petrópolis em Corrêas, às 16h, e em Nogueira, às 19h. No dia seguinte, o grupo se apresenta em Pedro do Rio, às 16h, e no Alto da Serra, às 19h. E na terça-feira, dia 25, será a vez da Posse, às 17h.

Localizado em Madureira, a Intendente Magalhães é um dos grandes centros do samba do Rio de Janeiro. Fundada há cerca de três anos, a agremiação vai levar 500 pessoas ao desfile, com um enredo sobre uma paixão nacional, a cerveja. Ele foi intitulado de: “De pão líquido à paixão nacional”, lançado no ano passado, no Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni. Sem quadra fixa, a escola é itinerante e reúne apaixonados pelo samba em toda a cidade.

Pela primeira vez vamos ter uma representante de Petrópolis no Carnaval do Rio, isso é algo excepcional. Vamos apoiar a escola e os moradores da cidade também já podem apoiá-la participando das apresentações durante o Carnaval aqui”, destaca o diretor-presidente do Instituto Municipal de Cultura e Esportes (IMCE), Renato Freixiela.

Passistas, parte da bateria, o intérprete Nardo Simpatia, entre outros membros apresentam um pouco do que será levado à capital pela escola, que tem Laerte Gulini como carnavalesco. Na Intendente Magalhães, desfilam as escolas de samba da LIESB e demais associações que desejam subir para o ponto mais alto do Carnaval do Rio: a Sapucaí. Apesar de uma estrutura menor que os desfiles da Sapucaí, as fantasias e o profissionalismo são praticamente do mesmo nível, já que a vencedora do Grupo B desfila no Sambódromo no ano seguinte.