Atualmente, o salário mínimo está em R$ 1.045 - Reprodução/Internet
Atualmente, o salário mínimo está em R$ 1.045Reprodução/Internet
Por O Dia
Petrópolis - O prefeito Bernardo Rossi anunciou nesta quinta-feira a antecipação do pagamento dos salários de todos os servidores municipais, ativos, aposentados e comissionados, para esta sexta-feira, dia 21. A antecipação salarial é mais uma ação em prol do funcionalismo, como a liberação de licenças prêmio, quinquênios, regularização de férias, enquadramentos por formação e por tempo de serviço para funcionários da Saúde e Educação, aposentadorias e adequação da previdência e abono por permanência, entre outras.

Essa ação é um reflexo da gestão fiscal responsável e austera preconizada durante os últimos três anos. Estamos vencendo a crise com muito trabalho e dedicação”, aponta o prefeito Bernardo Rossi. Serão mais de R$ 30 milhões injetados na economia do município, antes do feriado do Carnaval. Cerca de 12 mil funcionários municipais, da administração direta e indireta, serão beneficiados pelo anuncio do prefeito Bernardo Rossi.

O esforço para ajustar a vida financeira do município está sendo feito de forma ininterrupta. Lembro que já promovemos as incorporações de abono para a Guarda Civil, regularização de férias, enquadramentos do PCCS da Educação, progressão funcional aos servidores da Saúde, aposentadorias e adequação da previdência, entre outros benefícios. Concluímos também o pagamento de quinquênios para 2.600 servidores e está em andamento também o processo dos triênios”, afirma Rossi.


Enquanto municípios decretam calamidade nas contas, Petrópolis antecipa salários


De acordo com matéria publicada nesta quinta-feira no portal G1, do grupo Globo, quase 300 municípios irão decretar calamidade nas contas em 2020. O material tem como lastro um levantamento feito pela Confederação Nacional do Municípios (CNM). O prefeito Bernardo Rossi ainda destaca todo o trabalho para equilibrar as contas públicas e manter os compromissos do município em dia, e oferecendo margem para uma ação de antecipação salarial.

Enquanto temos municípios realmente quebrando, em colapso, aqui estamos pagando salário em dia, antecipando a remuneração dos servidores, descongelando triênios, quinquênios, enquadramento por formação, férias em ordem, número recorde de licenças-prêmio e licenças-prêmio para fins de aposentadoria, cumprindo com o PCCS da Educação e Saúde e elaborando um novo como é o caso do PCCS da COMDEP. Também temos o recorde no número de aposentadorias, são inúmeras conquistas. Muito diferente da realidade de uma parcela considerável de outras cidades fluminenses e do país”, conclui.