Prefeito Bernardo Rossi vistoria pontos de apoio e acompanha controle sanitário

Estimativa é de que mais de 900 pacientes tenham passado pelo espaço desde sua abertura, no início de março

Por O Dia

Veículos de outros municípios são abordados e questionados a respeito da origem e destino da viagem, o motivo de deslocamento e o estado de saúde
Veículos de outros municípios são abordados e questionados a respeito da origem e destino da viagem, o motivo de deslocamento e o estado de saúde -
Petrópolis - O prefeito Bernardo Rossi vistoriou os pontos de apoio do Centro e de Itaipava neste domingo. Ao lado da secretária de Saúde, Fabíola Heck, o prefeito verificou os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) das equipes de saúde de cada unidade montada para o atendimento de pacientes com suspeita de contaminação pelo coronavírus. Além disso, Rossi acompanhou os trabalhos das equipes da prefeitura no controle sanitário no Trevo de Bonsucesso.

De acordo com a equipe técnica que atua no ponto de apoio do Centro - ao lado da UPA - cerca de 60 pessoas são atendidas diariamente no local. A estimativa é de que mais de 900 pacientes tenham passado pelo espaço desde sua abertura, no início de março. A unidade conta com uma equipe composta por um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem, um socorrista e uma ambulância para transferências em caso de emergência, além de equipe administrativa.

Já o ponto de apoio de Itaipava tem 40 metros quadrados e equipes treinadas para lidar com possíveis pacientes portadores da Covid-19. Por dia, cerca de 10 pessoas são atendidas. A estrutura conta com um médico, um enfermeiro, um técnico de enfermagem, um socorrista com ambulância à disposição e funcionários administrativos.

Os pontos de apoio do Centro e Itaipava são os locais de referência no primeiro atendimento aos casos suspeitos de coronavírus. Foram montados para que pacientes tenham agilidade na consulta e para que não houvesse disseminação do vírus. Vamos, aos poucos, vencer essa guerra com a ajuda e compreensão de todos”, afirmou o prefeito Bernardo Rossi.

No Trevo de Bonsucesso, assim como em outras entradas da cidade, equipes da prefeitura fazem o controle sanitário com a triagem de pessoas que estão se encaminhando para Petrópolis. Veículos de outros municípios são abordados e questionados a respeito da origem e destino da viagem, o motivo de deslocamento e o estado de saúde.

Nós escolhemos o caminho de salvar vidas aqui em Petrópolis e proteger nossa população. Os cientistas e especialistas em saúde já provaram o quanto o coronavírus é contagioso e se alastra muito rapidamente. As medidas que tomamos logo no início foram e são necessárias para que não haja um pico de pessoas contaminadas, todas ao mesmo tempo, em nosso município”, completou o prefeito.

Comentários